GastroEtec reúne cerca de 2 mil pessoas em dois dias de evento


20 de Maio de 2019

Compartilhe!

Feirinha de produtores, com itens artesanais como queijos e doces, é um dos destaques da GastroEtec | Foto: Divulgação

Feirinha de produtores, com itens artesanais como queijos e doces, é um dos destaques da GastroEtec | Foto: Divulgação

A terceira GastroEtec, feira gastronômica da Escola Técnica Estadual (Etec) Santa Ifigênia, atraiu cerca de 2 mil pessoas entre sexta (17) e sábado (18). O evento, que vem se tornando uma tradição da unidade, teve cerca de 40 workshops e 10 palestras sobre temas atuais.

A professora Apolyana Tenório fez a abertura da feira, destacando a receita de uma tradicional galinhada brasileira. Entre os palestrantes estiveram o chef Carlos Ribeiro, autor do livro Comida de Santo que se Come, que falou sobre os sabores presentes no culto aos orixás, e Anreli Celestino e Ana Paula Lino de Jesus, que apresentaram o tema Milho: O Corpo, a Comida e a Voz na Mesoamérica.

Houve ainda palestra de Renato Feroldi, sobre Segredo nos Projetos de Cozinhas Industriais, e de Enio Miranda, com dicas de como montar um restaurante. O fechamento ficou por conta da chef Luiza Saliba, do restaurante Rota do Acarajé, celebrando mais uma vez a cozinha nacional.

Os visitantes puderam comprar itens artesanais na feirinha de produtores e provar os pratos servidos nos food trucks da praça de alimentação.

Além dos visitantes, os alunos da Etec Santa Ifigênia também tiveram a oportunidade de vivenciar a dinâmica da atuação profissional durante o evento. Os estudantes de todos os cursos atuaram como voluntários, auxiliando os profissionais nas produções culinárias, na recepção e organização da feira e nos bastidores. Os alunos da Etec de Carapicuíba fotografaram o evento.