Pisa

O Pisa é um exame que avalia a competência de estudantes de 15 anos em Leitura, Matemática e Ciências em todo o mundo. Em 2017, quatro Etecs participaram do Pisa-S a convite da Fundação Lemann. Já em 2019, alunos de 30 Etecs foram avaliados. O Pisa trabalha com resultados nacionais para obter um panorama do sistema de ensino de cada país, enquanto a versão para escolas (Pisa-S) faz um retrato específico de uma determinada instituição.

Os resultados das unidades do Paula Souza de 2019  foram comparados com a média obtida pelos países que passaram pela avaliação em 2018. Como as duas provas seguem o mesmo modelo, os resultados são equivalentes. 

A média das Etecs em Leitura, por exemplo, é 520. A média da OCDE é 485 e a brasileira, 413. O resultado dos alunos do CPS é melhor que a média dos estudantes dos Estados Unidos, Reino Unido, Japão e Coreia do Sul.

Padrão semelhante pode ser visto quando se comparam as médias em Matemática e Ciências. Nessas duas disciplinas, os alunos das Etecs só não superam os do Japão e da Coreia do Sul.  

Uma outra informação aferida pelo Pisa torna essa comparação também interessante. A média do nível socioeconômico e cultural dos jovens das Etecs é inferior ao dos alunos dos países da OCDE e, mesmo assim, seus resultados são superiores.

A média das Etecs supera os dados

das escolas públicas e privadas brasileiras e da OCDE

Estratégias

Na avaliação da diretora-superintendente, algumas estratégias explicam o sucesso do CPS: a aprendizagem baseada em projetos e o foco no desenvolvimento de competências socioemocionais, capacitação constante de seus profissionais e o forte crescimento do ensino integrado nos últimos anos.

"Além disso, os governos de São Paulo sempre deram prioridade à educação profissional e investiram no fortalecimento e nas melhorias do sistema.”

Governo do Estado de SP