skip to Main Content

CPS completa 50 anos de educação profissional

CPS Completa 50 Anos De Educação Profissional
Estudantes durante atividade prática no laboratório de Usinagem da Fatec São Paulo | Foto: Gastão Guedes

Neste domingo, 6 de outubro, o Centro Paula Souza (CPS) completa 50 anos. Criado em 1969, com a missão de estruturar os primeiros cursos superiores de tecnologia do País, o CPS estendeu ao longo dos anos sua atuação para todos os níveis de ensino e se consolidou como a maior instituição pública de ensino profissional da América Latina. O Paula Souza atende hoje mais de 297 mil alunos matriculados em 223 Escolas Técnicas (Etecs), 73 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais e classes descentralizadas presentes em mais de 300 municípios.

Além de sua abrangência, o CPS é reconhecido pelo padrão de qualidade dos cursos, que contemplam desde a qualificação básica até a pós-graduação (strictu e lato sensu). Entre os indicadores que atestam a excelência do ensino estão os altos índices de empregabilidade. Nove em cada dez alunos de Fatecs e três em cada quatro estudantes de Etecs estão trabalhando em até um ano depois de formados, segundo pesquisa do Sistema de Avaliação Institucional. As unidades do Centro Paula Souza também apresentam excelente desempenho em avaliações oficiais como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade). 

Para a diretora-superintendente, Laura Laganá, o maior patrimônio da instituição é o capital humano. “Comemorar meio século de conquistas nos faz refletir sobre os desafios para os próximos 50 anos. A educação do futuro deve abranger conceitos da era digital integrados ao desenvolvimento das habilidades do aluno. Esse é o caminho para quem pretende continuar oferecendo novas oportunidades e transformando vidas”, afirma.

Tradição centenária

A trajetória do CPS vai além de seus 50 anos de fundação. Sua memória mistura-se com a história centenária do ensino profissional público em São Paulo. Um ano após sua criação, o então Centro Estadual de Educação Tecnológica começou a oferecer três cursos na área de Construção Civil e dois em Mecânica. Era o início das Faculdades de Tecnologia. As duas primeiras foram instaladas em Sorocaba e São Paulo. Até hoje as duas unidades mantêm alguns dos cursos mais concorridos da instituição.

Com o passar do tempo, o desenvolvimento da economia demandava cada vez mais profissionais especializados, principalmente na área de informática, o que impulsionou a criação de novas unidades a partir dos anos 1980. Vieram então as Fatecs Baixada Santista e Americana. Na mesma época, o CPS começou a englobar o ensino técnico de nível médio e passou a administrar as escolas profissionais que integravam convênio entre União, Estado e municípios. Dentre elas, escolas centenárias criadas em 1911 para o ensino de prendas manuais e artes industriais a jovens e adolescentes, como a Escola Profissional Masculina (atual Etec Getúlio Vargas) e a Escola Profissional Feminina (atual Etec Carlos de Campos), ambas na Capital. Hoje as duas são destaque em qualidade no Enem e também na oferta de cursos conectados com o mercado de trabalho.

O CPS criou suas primeiras escolas técnicas em 1988: a Etec São Paulo, conhecida como Etesp, e a Etec de Taquaritinga. A partir de 1994, com a integração de 82 escolas existentes (outras 12 escolas foram incorporadas entre 1981 e 82), a instituição passou oficialmente a responder pelo ensino técnico público estadual.

Com um forte investimento do governo estadual nos últimos dez anos, o número de alunos mais do que dobrou com a criação de novas unidades e cursos, levando a oferta de ensino profissional gratuito a todas as regiões do Estado de São Paulo.

Patrono

Fundador da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), o engenheiro e professor Antonio Francisco de Paula Souza (1843 – 1917) foi um educador que sempre defendeu o papel da escola como meio de formação de profissionais e não somente um local para discussões acadêmicas. Por seu perfil voltado aos princípios idealizados por Paula Souza e por ter ocupado o prédio onde funcionava a Poli-USP no século 19, o Centro Estadual de Educação Tecnológica de São Paulo foi rebatizado em 1973, quatro anos após sua formação, em homenagem ao professor.

Nascido no município paulista de Itu, Paula Souza posicionava-se como um liberal, defendendo a República e o fim da escravatura. Estudou engenharia na Alemanha e na Suíça. Trabalhou diretamente no desenvolvimento da infraestrutura do Brasil, projetando obras e estradas de ferro. Na política, atuou como deputado, presidente da câmara estadual e ministro das Relações Exteriores e da Agricultura no mandato do presidente Floriano Peixoto (1891 – 1894).

Como educador, estabeleceu um conceito novo de ensino com a criação da Poli, em 1892, seguindo o modelo das escolas que frequentou na Europa, voltadas às ciências aplicadas, às artes e à indústria. Convidou especialistas internacionais para lecionar na instituição, à frente da qual esteve como seu primeiro diretor, entre 1894 e 1917.

Confira seleção de imagens do CPS ontem e hoje:

Slider image

Decreto-lei estadual de 6 de outubro de 1969 marca o nascimento do Centro Paula Souza

Slider image

Antonio Francisco de Paula Souza é o patrono da instituição que completa 50 anos | Foto: Arquivo CPS

Slider image

Oficina de mecânica da antiga Escola Profissinal Masculina, na década de 1910 | Foto: Arquivo CPS

Slider image

Estudantes no pátio da então Escola Profissinal Masculina, atual Etec Getúlio Vargas | Foto: Arquivo CPS

Slider image

Alunas do antigo Instituto Profissional Feminino em aula prática de cozinha, na década de 1940 | Foto: Arquivo CPS

Slider image

Desfile de moda no Instituto Profissional Feminino, atual Etec Carlos de Campos | Foto: Arquivo CPS

Slider image

Etec Carlos de Campos mantém as características de seu edifício centenário | Foto: Arquivo CPS

Slider image

Antiga sede do CPS projetada por Ramos de Azevedo, onde hoje funciona a área de Educação a Distância | Foto: Gastão Guedes

Slider image

Nova sede da instituição que também abriga o Centro de Capacitações e a Etec Santa Ifigênia | Foto: Gastão Guedes

Slider image

Curso técnico de Enfermagem da Etec Parque da Juventude está entre os mais procurados do CPS | Foto: Gastão Guedes

Slider image

Laboratório do curso de Construção de Edifícios da Fatec Tatuapé | Foto: Gastão Guedes

Slider image

Alunos durante intervalo de aulas na Etec da Zona Leste | Foto: Gastão Guedes

Slider image

Aula de Empreendedorismo do programa Escola de Inovadores | Foto: Divulgação

Slider image

Mapa mostra a distribuição atual de Etecs e Fatecs no Estado de São Paulo

Back To Top

Notícias

Fatecs divulgam segunda lista de convocação do Vestibular
Etecs divulgam lista de classificação geral do Vestibulinho
Alunos de Etec de Campinas vencem prêmio Inovar
Começa matrícula dos convocados no Vestibular
Fatecs divulgam lista de convocados do Vestibular

Siga o CPS

CPS – Administração Central

Rua dos Andradas, 140 - Santa Ifigênia
CEP 01208-000 – São Paulo – SP
+55 11 3324-3300
Horário de funcionamento: 08h - 18h

Centro Paula Souza. Desenvolvido por AssCom/WEB. Todos os direitos reservados