Seminário do CPS debate desafios da educação híbrida

30 de março de 2021

Compartilhe!

Laura Laganá ressaltou papel de professores e gestores no aprimoramento do modelo de ensino | Foto: Reprodução

A diretora-superintendente do Centro Paula Souza (CPS), Laura Laganá, participou nesta terça-feira (30) da abertura do Seminário Educação Híbrida – Conceitos, Perspectivas e Desafios. Ela destacou os avanços da modalidade e iniciativas de professores de Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado de São Paulo para aperfeiçoar a utilização de ferramentas digitais nas atividades pedagógicas.

“O ensino híbrido veio para ficar e deve avançar de forma consistente, fundamentada e efetiva. Nós devemos estar preparados para essa demanda que exige um novo olhar para as práticas pedagógicas, reorganização de currículos, capacitação contínua e maior conectividade nas escolas”, afirmou a diretora-superintendente. A abertura do evento também contou com a participação do coordenador do Ensino Médio e Técnico do CPS, Almério Melquíades de Araújo.

O seminário, que começou hoje e segue até amanhã (31), tem como objetivo discutir com a comunidade escolar conceitos relacionados ao ensino híbrido, suas possibilidades e aplicações metodológicas, bem como debater o papel da equipe escolar e a formação docente. A transmissão online está disponível no canal da Unidade de Ensino Médio e Técnico (Cetec) no Youtube.

Programação

A primeira palestra do seminário trata da perspectiva histórica do ensino híbrido e sua versão contemporânea, com Guiomar Namo de Mello. Em seguida, Maria Inês Fini aborda a importância da formação de uma comunidade de educadores, compartilhando e aprendendo colaborativamente. O último tema do dia são os avanços e os desafios da educação híbrida, com José Manuel Morán. Ao final, está programada uma mesa de debates mediada por Ariane Serafim, coordenadora de projetos de Gestão e Negócios da Cetec Capacitações.

Na quarta-feira (31), Maria Alice Caraturri aborda a formação de professores para o ensino híbrido, Alanna Carvalho traz experiências da modalidade no Instituto Federal de São Paulo (IFSP) e Márcia Braghini discute o papel do gestor. Na sequência, Vinícius Gomes e Fernando Amorim apresentam relatos de experiência na prática. Os debates serão mediados pela coordenadora de projetos de Psicologia do CPS, Rosemeire Ferraz, e o encerramento será feito pela professora organizadora do evento, Eva Chow Belezia.