Jovem de Etec vence desafio Expo Favela da TV Globo

13 de maio de 2022

Compartilhe!

Mateus de Lima Diniz desenvolveu projeto vencedor na Etec Prof. Horácio Augusto da Silveira | Foto: Reprodução

Com um aplicativo para proteger mulheres contra o assédio e a violência, apresentado como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na Escola Técnica Estadual (Etec) Prof. Horácio Augusto da Silveira, da Capital, o jovem Mateus de Lima Diniz, de 23 anos, conquistou o primeiro lugar no desafio Expo Favela. O reality show organizado pela TV Globo selecionou os dez melhores projetos apresentados no evento para um concurso e o vencedor foi anunciado na última edição do programa É de Casa. Confira!

O Expo Favela é uma feira de negócios cujos expositores são empreendedores e startups da favela. Realizada em abril, a mostra reuniu 300 iniciativas de um total de mais de 20 mil inscritos de todo o País. “Fiquei muito feliz pelo prêmio e pelo reconhecimento do nosso projeto que nasceu numa comunidade da Vila Maria e agora está ajudando a salvar vidas com um simples toque no celular”, afirma Mateus. Apresentado em 2020 como TCC do curso técnico de Desenvolvimento de Sistemas, o app Todas por Uma também participou da Escola de Inovadores do Centro Paula Souza (CPS) e de outras iniciativas de apoio a startups.

O autor da proposta conta que, após o TCC, resolveu aprimorar o funcionamento do app em parceria com o colega Leonardo Salazar, que também estudou na Etec. “Adotamos uma tecnologia que permite à pessoa ameaçada balançar o celular para enviar pedidos de socorro, de forma discreta, para não chamar a atenção do agressor. Automaticamente, aparece uma propaganda na tela, simulando um site de compras, como uma forma de camuflagem”, explica. Além disso, o aplicativo faz um mapeamento dos locais mais perigosos da região via GPS.

Atualmente, o Todas por Uma conta com mais 20 mil downloads em 12 países nas plataformas Android e iOS. A ferramenta é totalmente gratuita e pode ser acessada pelo site todasporuma.com.

A cura pela diversidade

Outro destaque do reality show foi o game A Cura, criado por Victor Garcez, ex-aluno do curso superior de tecnologia em Jogos Digitais da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) São Caetano do Sul. Ele ficou entre os dez finalistas do desafio ao retratar a história de um cientista negro que precisa encarar uma série de desafios para salvar a humanidade de uma pandemia. “O projeto foi idealizado durante o período de TCC na Fatec, com a proposta de incluir temas ligados à diversidade no mundo dos games, levando arte, cultura e diversão para todos”, conta Victor. A Cura Game tem data prevista para lançamento nas plataformas digitais em julho. Confira!