Aberta inscrição para Olimpíada Brasileira de Matemática


27 de fevereiro de 2020

Compartilhe!

Marcos Breda, aluno da Etec Amin Jundi, de Osvaldo Cruz, conquistou uma das medalhas de ouro na Obmep 2019 | Foto: Divulgação

As Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) do Centro Paula Souza (CPS) já podem  inscrever os alunos na 16ª edição da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). O cadastro dos interessados é feito exclusivamente pelo responsável de cada unidade por meio do site da Obmep, até o dia 20 de março.

A competição é aberta a estudantes dos Ensinos Médio e Fundamental (6º ao 9º ano) das escolas públicas municipais, estaduais e federais. Também podem participar da disputa alunos de escolas privadas de todo País, mediante pagamento de taxa. A inscrição para escolas públicas é gratuita.

Para ajudar os alunos a se prepararem para a olimpíada, o professor de matemática da Etec Cônego José Bento, de Jacareí, Fabio Aparecido gravou um vídeo, mostrando a resolução de provas das edições anteriores da Obmep.

No ano passado, os estudantes das Etecs conquistaram 56 medalhas na competição, sendo 2 de ouro, 22 de prata e 32 de bronze, além de mais de 900 menções honrosas. Os alunos Claudia Martins e Marcos Breda, das Etecs Polivalente, de Americana, e Amim Jundi, de Osvaldo Cruz, respectivamente, foram contemplados com as medalhas de ouro. Conheça a relação completa dos estudantes premiados das escolas técnicas na olimpíada de 2019.

Calendário da edição 2020

As provas da primeira fase serão aplicadas no dia 26 de maio e a segunda etapa ocorre em 26 de setembro. O calendário completo da Obmep está disponível na internet.  A divulgação dos premiados está programada para o dia 8 de dezembro. Em 2019, mais de 18 milhões de jovens participaram da olimpíada, representando cerca de 50 mil escolas públicas e privadas de todas as regiões brasileiras.

Realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), a Obmep tem como objetivo promover o estudo da Matemática no Brasil e a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

Todos os premiados são convidados a participar do Programa de Iniciação Científica (PIC Jr.) como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico dos participantes.

Veja Também