Fatec Ipiranga cria Comitê de Políticas Antidiscriminatórias


25 de abril de 2019

Compartilhe!

Palestra sobre fake news e firehosing foi uma das ações já realizadas pela Faculdade de Tecnologia l Foto: Divulgação

Palestra sobre fake news e firehosing foi uma das ações já realizadas pela Faculdade de Tecnologia l Foto: Divulgação

Diante da crescente repercussão que atos de discriminação e intolerância têm tomado em diversas partes do mundo, a Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Ipiranga, localizada na zona sul da Capital, criou seu Comitê de Políticas Antidiscriminatórias. Por meio da iniciativa, a unidade pretende conscientizar estudantes, professores e população do entorno a não reproduzirem comportamentos inadequados, além de orientar vítimas de ações discriminatórias.

Desde o segundo semestre de 2018, foram realizadas duas palestras sobre políticas públicas estaduais de diversidade e sobre fake news e firehosing (disseminação em massa de notícias falsas). “Esse tipo de material muitas vezes faz uso de misoginia e homofobia para estigmatizar pessoas”, explica o professor do curso de Eventos, Rony Hergert, que comanda o Comitê com a colaboração dos coordenadores de cursos da unidade.

A Fatec Ipiranga também oferece orientação semanal para pessoas que sofrem discriminação de gênero, étnico-racial, religiosa, etária, linguística e classe social. “Queremos ampliar o acesso das vítimas de preconceito aos órgãos competentes como a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado de São Paulo, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Defensoria Pública e organizações não governamentais”, diz Hergert.

A iniciativa colaborou para a certificação da Fatec Ipiranga como instituição socialmente responsável pela Associação Brasileira de Mantenedores do Ensino Superior (ABMES). Além do Comitê de Políticas Antidiscriminatórias, a unidade promove diversos cursos abertos, como o de espanhol, informática para a terceira idade e marketing digital, entre outras ações.

Guia de Comunicação Inclusiva

A Assessoria de Comunicação do Centro Paula Souza lançou neste mês o Guia de Comunicação Inclusiva. A publicação tem como objetivo ajudar a combater o preconceito e a discriminação, cultivando um ambiente escolar saudável baseado em princípios de inclusão social, racial e de gênero.

O material é dividido em seções que abordam temas relevantes para o debate sobre tolerância na sala de aula. Além de esclarecer quais expressões devem ser evitadas no dia a dia para a manutenção de uma convivência saudável, a edição traz definições de siglas e expressões que são usadas com frequência de maneira errônea.

Professores e alunos podem acessar e utilizar o guia em aulas para debater maneiras de combater o preconceito contra pessoas com deficiência, população LBGT e afrodescendentes. O material ainda aborda a questão da equidade de gêneros e o combate a estereótipos.

A publicação também tem uma seção voltada à comunicação via internet, que pode ser utilizada para a manutenção de diálogos saudáveis e cordiais nas redes sociais.

Clique aqui para acessar o Guia.

Serviço
Comitê de Políticas Antidiscriminatórias
Local:
Biblioteca da Fatec Ipiranga
Rua Frei João, 59 – Vila Nair
Atendimento: às quartas-feiras, das 13h30 às 16 horas
*É necessário agendamento prévio pelo e-mail comite.pa@fatecipiranga.edu.br

Veja Também