Alunos do CPS disputam o Desafio RobotChallenge


8 de julho de 2020

Compartilhe!

Robô YuMi foi desenvolvido pela empresa de engenharia ABB para cooperar nas linhas de produção | Foto: Divulgação

Robô YuMi foi desenvolvido pela empresa de engenharia ABB para cooperar nas linhas de produção | Foto: Divulgação

Está aberta a votação popular do Desafio RobotChallenge realizado pelas empresas Exsto Tecnologia e ABB. Quatro unidades do Centro Paula Souza estão na disputa. Os competidores das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Professor Horácio Augusto da Silveira, Prof. Basilides de Godoy, ambas da Capital, e Aristóteles Ferreira, de Santos, e da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) São Bernardo do Campo estão sendo avaliados pelas coreografias de dança programadas para o robô YuMi. O gingado criado para o mascote eletrônico pode ser conferido no Instagram e o público vota na coreografia mais criativa.

Para participar da competição, os inscritos tiveram de assistir a oito videoaulas e baixar o software RobotStudio para programarem a dança do robô. Escolas das redes pública e privada de todo País inscreveram um total de 110 projetos no Desafio. Os trabalhos serão exibidos até sexta-feira (10) e os oito projetos que receberem maior número de votos passam para a segunda fase da competição. O vencedor será conhecido no dia 13 de julho.

Desenvolvido pela empresa de engenharia e automação ABB, o YuMi foi criado em 2015 para atender demandas da indústria 4.0 e colaborar com o aumento da produtividade e segurança na linha de produção. Pelo ineditismo e inovação, o robô ganhou empatia e participou de eventos com líderes mundiais, onde interagiu, por exemplo, com a chanceler alemã Angela Merkel e com o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama. Além de dançar, o YuMi foi programado também para ser regente e se apresentou com o tenor Andrea Bocelli, em Pisa, na Itália. Para conhecer o robô pop, acesse as redes sociais do desafio e vote na melhor coreografia.

Veja Também