Aluno da Etec Jaraguá está no Parlamento Juvenil do Mercosul


12 de dezembro de 2018

Compartilhe!

Gabriel foi eleito para o PJM com o projeto que pretende ampliar a produção e reflexão artística na escola l Foto: Divulgação

Gabriel foi eleito para o PJM com o projeto que pretende ampliar a produção e reflexão artística na escola l Foto: Divulgação

O estudante do curso técnico de Eletrotécnica integrado ao Ensino Médio da Escola Técnica Estadual (Etec) Jaraguá, localizada na zona norte da Capital, Gabriel Xavier, será o representante paulista no Parlamento Juvenil do Mercosul (PJM) até 2020. Ele foi escolhido por meio de eleição eletrônica aberta a alunos do Ensino Médio de todo Brasil com idade entre 14 e 18 anos. O resultado foi divulgado ontem, 11 de dezembro.

O PJM selecionou 27 jovens para representar todos os Estados do País e o Distrito Federal, em mandatos de dois anos. Neste período, os parlamentares aprendem como funciona o Mercosul, suas instâncias, como dialogar e buscar consenso para proposição de soluções para problemas comuns.

Para concorrer a uma vaga como parlamentar, os candidatos apresentaram propostas para melhorar sua realidade local. Gabriel inscreveu o projeto Mais arte porque faz parte, que pretende ampliar a produção e reflexão artística na escola, por meio de oficinas e outras atividades ligadas ao teatro, música e dança.

“Fiquei bastante emocionado com a notícia”, diz Gabriel. “A ideia é colocarmos os projetos em prática dentro das nossas escolas durante esses dois anos. É uma oportunidade de ajudarmos a melhorar a educação no País.”

A iniciativa do Ministério da Educação (MEC) tem como parceiros o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e o Instituto Internacional para o Desenvolvimento da Cidadania (IIDAC).

O primeiro encontro dos eleitos está previsto para o início de 2019, na sede do Mercosul, em Montevidéu, no Uruguai.

Eleição

Cada Estado contou com quatro finalistas. Em São Paulo, dois deles são alunos de Etecs. Além de Gabriel, Carla Benfica, que cursa o Ensino Médio da Etec de Lins, na Região de Bauru, concorreu com o projeto Socioeducando, que incentiva o debate entre estudantes de temas de relevância social, por meio de dinâmicas contextualizadas e atividades aplicáveis nas escolas. Ela ficou em segundo lugar na classificação estadual.

Veja Também