Quilombo André Lopes terá curso técnico de Agroecologia*

Uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo – por meio do Centro Paula Souza –, o Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) e a Prefeitura de Eldorado […]

13 de maio de 2009 4:15 pm Institucional

Uma parceria entre a Secretaria de Desenvolvimento do Estado de São Paulo – por meio do Centro Paula Souza –, o Instituto de Terras do Estado de São Paulo (Itesp) e a Prefeitura de Eldorado vai possibilitar a construção do Núcleo de Formação Profissional na Comunidade Quilombola André Lopes, no município de Eldorado, no Vale do Ribeira. O termo de aprovação do convênio foi assinado nesta quarta-feira, em Eldorado, com a presença do secretário estadual de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin.

O Núcleo de Formação Profissional deverá entrar em operação a partir de 2010, com uma turma de 40 alunos, no curso técnico em Agroecologia. O novo prédio será construído dentro da comunidade quilombola, próximo à Escola Estadual Maria Antonia Chules Princesa. Haverá quatro salas de aula e quatro laboratórios, além de um núcleo de administração. Cerca de 500 famílias quilombolas vivem no entorno do local onde a obra será erguida.

Os quilombolas aprenderão, por meio do curso, conceitos relacionados aos recursos hídricos, solo, fauna, flora silvestre e controle biológico.

Agroecologia

O técnico em Agroecologia é o profissional que atua em sistemas sustentáveis de produção agroecológica. Sua função é planejar e executar projetos e atividades de preservação de recursos hídricos, solo, fauna e flora silvestre, além de orientar sobre o controle natural e biológico de insetos, doenças e plantas espontâneas.

O técnico também realiza atividades de educação ambiental, gestão de propriedade agroeocológica, integração e organização social. O profissional pode atuar na certificação de produtos agroecológicos; na assessoria técnica a prefeituras, instituições de assistência técnica e extensão rural; em propriedades rurais, cooperativas e sindicatos rurais; e trabalhos de pesquisa voltados à agroecologia.

*Com Secretaria de Desenvolvimento e Itesp

Compartilhe


Veja também