skip to Main Content

Projeto Choque Educultural ajuda a transformar a Etec de Artes

Projeto Choque Educultural Ajuda A Transformar A Etec De Artes
Uma das obras interativas criadas na Escola Técnica por meio do projeto Choque Educultural | Foto: Divulgação

A Escola Técnica Estadual (Etec) de Artes, localizada na zona norte da Capital, está em transformação. O prédio passa por uma renovação por meio do projeto Choque Educultural – Escola Criativa, do Instituto Choque Cultural. A iniciativa convida artistas a transformarem o ambiente de escolas públicas da cidade de  São Paulo. A ação termina neste sábado, 8 de dezembro, com um mutirão artístico no local.

Desde o último fim de semana, os muros da unidade, implantada há dez anos no local do antigo complexo penitenciário do Carandiru, estão se transformando em telas para desenhos variados. Artistas urbanos renomados, como Tec e Presto, conhecidos por trabalhos em grafitti, e Celso Gitahy, especialista em stencil, já deixaram suas obras por lá. No sábado, a partir das 9 horas, serão realizados show musical, espetáculo de dança, oficinas e a apresentação dos trabalhos pelos artistas.

O objetivo da ação é promover uma mudança no ambiente escolar, incentivando professores e estudantes a se inspirarem e inovarem. “O projeto veio ao encontro de uma demanda dos próprios alunos, que expressaram o desejo de que a escola refletisse todo o conhecimento que é compartilhado durante as aulas. A ideia é que o prédio permita que todos vejam e respirem arte ”, afirma o diretor da Etec, Claudio Aparecido Sant’Ana.

Processo de criação

A ação do Instituto Choque Cultural começou há seis meses, com a promoção de rodas de conversa entre alunos, professores e artistas que participam do projeto. Por meio desse diálogo veio a inspiração para a criação de intervenções que ligassem o prédio à comunidade por meio da arte.

A história do parque onde hoje está instalada a Etec também foi referência para os artistas. Um exemplo é a obra de Tec, que ilustrou 111 pássaros em um dos muros, em referência aos detentos mortos no Massacre do Carandiru, em 1992. Para ligar os alunos ao espaço da unidade foram instaladas letras gigantes ao longo dos andares da Etec, que podem ser modificadas de forma a criar novas palavras e poemas. “Conseguimos não só transformar o espaço com a arte urbana, mas também usar a arte em prol da educação”, conclui o diretor.

Para conferir os resultados da ação, acompanhe das páginas do Instagram da Etec de Artes e do Instituto Choque Cultural.

Notícias

Etecs divulgam lista com os locais de exame do Vestibulinho
Alunos de Etec criam aplicativo para entrega de comida para cães
Fatecs divulgam gabarito da prova do Vestibular
Exame do Vestibular das Fatecs será neste domingo, às 13 horas
Etec Tiquatira promove desfile de moda ao lado da Pinacoteca

Siga o CPS

CPS – Administração Central

Rua dos Andradas, 140 - Santa Ifigênia
CEP 01208-000 – São Paulo – SP

+55 11 3324-3326

Centro Paula Souza. Desenvolvido por AssCom/WEB. Todos os direitos reservados

Back To Top