Fórum educacional debate desafios do ensino noturno

29 de junho de 2021

Compartilhe!

Evento online contou com a participação de representantes do CPS, Inep, IFSP, Senac-SP e Senai-SP | Foto: Divulgação

*Atualizado às 12h18

O Centro Paula Souza realizou nesta terça-feira (29) a 26ª edição do Fórum da Educação Profissional do Estado de São Paulo (Fepesp), que teve como tema Educação profissional no período noturno: cenários, desafios e perspectivas. Promovido semestralmente, o encontro tem como objetivo integrar diferentes instituições de educação profissional que atuam no Estado e discutir medidas para o aprimoramento do ensino. A transmissão está disponível no canal da Unidade do Ensino Médio e Técnico (Cetec) do CPS no Youtube.

Na abertura do evento, o coordenador da Cetec, Almério Melquíades de Araújo, destacou a importância de oferecer novas opções para os estudantes do período noturno, compostos, em grande parte, por trabalhadores que buscam aperfeiçoamento ou novas opções de carreira. “Nos últimos anos houve um crescimento significativo dos cursos integrados no período diurno, mas a maior parte das matrículas nos cursos subsequentes continua concentrada no turno da noite”, explica. “É necessário implementar soluções que possam se adaptar melhor às necessidades desse público, como o aumento das atividades remotas, a ampliação das avaliações de competências a partir do segundo módulo e a articulação entre cursos técnicos e tecnológicos”, ressalta.

O fórum é composto pelo CPS, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-SP) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SP). Também fazem parte o Sindicato dos Técnicos Industriais de Nivel Médio do Estado de São Paulo (Sintec-SP), o Sindicato dos Tecnólogos de São Paulo (Sintesp) e o Conselho Regional de Química – IV Região (CRQ-IV).

Além do coordenador da Cetec, o encontro virtual contou com a participação do coordenador-geral de Instrumentos e Medidas Educacionais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Gustavo Henrique Moraes; do diretor-educacional do Senac de São Bernardo do Campo, Jurandir Santos; da gerente de Educação do Senai-SP, Cassia Cruz; do pró-reitor de Ensino do IFSP, Carlos Procópio; do coordenador do fórum, José Carlos Mendes Manzano; e do especialista em educação Fernando Leme do Prado.