Fatec Tatuí promove ações de combate às drogas

Um grupo de alunos da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Tatuí – Prof. Wilson Roberto R. de Camargo está desenvolvendo um software que vai mapear informações de conselhos municipais e entidades que atuam no […]

26 de agosto de 2013 5:36 pm Institucional

Crédito: drobotdean – Freepik

Um grupo de alunos da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Tatuí – Prof. Wilson Roberto R. de Camargo está desenvolvendo um software que vai mapear informações de conselhos municipais e entidades que atuam no combate às drogas. O objetivo é fazer uma radiografia do que os municípios de São Paulo oferecem e onde o cidadão pode encontrar ajuda.

“A ideia é facilitar o acesso para quem tem um ente querido inserido no mundo das drogas”, explica Osvaldo Rosica, coordenador do curso de Gestão da Tecnologia da Informação e representante do Conselho Municipal de Combate às Drogas de Tatuí.

O desenvolvimento do software é apenas uma das ações que a Fatec desenvolve em relação a esse tema. Nesta segunda-feira, 26, por exemplo, a unidade sedia o 2º Encontro de Conselhos Municipais sobre Drogas do Estado de São Paulo 2013, das 9h às 17h.

O evento, no auditório da Fatec, vai debater políticas públicas e formas de resgate de dependentes químicos e combate às drogas nas cidades. São esperadas cerca de 300 pessoas entre representantes de entidades, especialistas e autoridades municipais.

Mais projetos

Entre as ações da Fatec Tatuí junto à comunidade está o projeto em que professores dão aulas de reforço para jovens de baixa renda, entre 14 a 16 anos. “Além das matérias, os docentes incentivam os alunos a estudarem, pois as condições socioeconômicas e o envolvimento dos pais desestimulam o aprendizado; nosso papel é reverter esse quadro”, conta Rosica. Os estudantes são preparados para cursos profissionalizantes.

Outro projeto está sendo desenvolvido por alunos dos 3º, 4º e 5º semestres do curso de Gestão da Tecnologia da Informação. O grupo trabalha em um aplicativo com jogo lúdico sobre o combate às drogas. O intuito é que, por meio de desafios, o jogador encontre a saída, sem o uso de violência. O software tem apoio e orientação da Polícia Militar e do Conselho Municipal Antidrogas (Comad).

Compartilhe


Veja também