Fatec de Bragança Paulista ganha nova sede. Carreta de Confecção Industrial oferece curso no município

Na tarde desta quinta-feira, 15 de maio, o governador Geraldo Alckmin inaugurou  a nova sede da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Jornalista Omair Fagundes de Oliveira, de Bragança Paulista, e a unidade móvel (carreta) […]

15 de maio de 2014 5:01 pm Institucional

Laura Laganá ao lado de Geraldo Alckmin no momento do descerramento da placa de inauguração da Fatec Bragança Paulista

Na tarde desta quinta-feira, 15 de maio, o governador Geraldo Alckmin inaugurou  a nova sede da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Jornalista Omair Fagundes de Oliveira, de Bragança Paulista, e a unidade móvel (carreta) do Via Rápida Emprego de Confecção industrial. A cerimônia contou com as presenças do secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação em exercício, Nelson Baeta Neves Filho, e da diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, entre as demais autoridades.

Fatec de Bragança Paulista

Até janeiro, a unidade funcionava em um prédio reformado e adequado pela Prefeitura. O governo estadual investiu mais de R$ 17,1 milhões na construção das novas instalações da Fatec que abrigam 14 salas de aula, 8 laboratórios (2 de informática, 1 de eventos, 1 de física, 1 de química, 1 de redes, 1 de Regime de Jornada Integral para pesquisa de professores e orientação de alunos, e 1 de hardware), biblioteca, salas administrativas e quadra poliesportiva, entre outros ambientes. O valor do investimento do Estado em mobiliário e equipamento entre 2010 e 2014 ultrapassou R$ 900 mil.

Implantada no 2º semestre de 2008, a Fatec – atualmente com 624 alunos matriculados – mantém os cursos de graduação tecnológica de Gestão Financeira e Gestão da Tecnologia de Informação. A novidade no Vestibular para o próximo semestre será a oferta de uma nova turma do curso de Gestão Financeira, com 35 vagas à noite.

Além de Bragança Paulista, a Região de Campinas conta com outras seis Fatecs, distribuídas nas cidades de Americana, Indaiatuba, Jundiaí, Mococa, Mogi Mirim e Piracicaba.  A partir do 2º semestre, os municípios de Campinas e Itapira passam a integrar a relação, oferecendo os cursos de Processos Químicos e Gestão da Tecnologia da Informação, respectivamente.

Unidade móvel de Confecção Industrial

A carreta, que possui área interna de aproximadamente 60 m², é equipada com sala de aula, mesas de corte, cerca de 40 máquinas de costura profissionais e tábuas de passar industriais. Neste espaço o aluno aprende desde a moldagem até o acabamento das peças.
Inicialmente são oferecidas 60 vagas em Bragança Paulista, distribuídas entre os três períodos, para o curso de qualificação profissional de Corte e Costura Industrial, que tem duração de 100 horas.
Em maio, este mesmo curso começou em outras duas unidades móveis de Confecção Industrial, estacionadas nos municípios de Francisco Morato e Tabatinga. O Estado investiu R$ 3,9 milhões nas três carretas.
Durante o período do curso, o desempregado sem seguro desemprego e benefício previdenciário vai receber mensalmente R$ 460, sendo R$ 100 para auxílio alimentação, R$ 150 para subsídio transporte e R$ 210 de bolsa-auxílio.
O Estado implantou em 2011 o Programa Via Rápida Emprego, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, que tem o Centro Paula Souza como um dos parceiros.  A ação visa qualificar o trabalhador paulista desempregado. As
inscrições são feitas pelo site www.viarapida.sp.gov.br.

Compartilhe


Veja também