Etecs e Fatecs expõem altares do Dia de Muertos em São Paulo


1 de novembro de 2019

Compartilhe!

O altar da Etec de Jandira, uma das vencedoras, estará entre os trabalhos expostos no Memorial da América Latina l Foto: Roberto Sungi

O altar da Etec de Jandira, uma das vencedoras, estará entre os trabalhos expostos no Memorial da América Latina l Foto: Roberto Sungi

A partir deste sábado (2), data em que se comemora o Dia de Finados, estudantes das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais expõem no Memorial da América Latina, na Capital, os trabalhos finalistas do segundo Concurso Cultural Altar Día de Muertos. O público pode conferir a mostra até 11 de novembro. A entrada é gratuita. A seleção foi realizada nesta quarta-feira (30 de outubro), na sede Centro Paula Souza (CPS), no bairro de Santa Ifigênia.

O desafio de montar altares dedicados a pessoas que já faleceram, um hábito dos mexicanos durante uma de suas mais tradicionais comemorações, foi proposto a alunos de todas as Etecs e Fatecs do Estado. Dos 117 grupos inscritos, sete foram selecionados. Os times finalistas montaram os projetos e fizeram uma exposição dos conceitos e ideias por trás de cada obra para um júri que incluiu representantes do Consulado Geral do México em São Paulo, parceiro do CPS no concurso.

Altares das Etecs Polivalente, de Americana, e Prefeito Braz Paschoalin, de Jandira, e das Fatecs Jundiaí e Barueri ficam de 2 a 11 de novembro no Memorial da América Latina. Já os altares das Etecs Santa Ifigênia, da Capital, e Rosa Perrone Scavone, de Itatiba, serão expostos na Assembleia Legislativa, de 4 a 8 de novembro.

Ganhadores

Entre as Etecs, o grupo vencedor foi o de Jandira, que criou um altar em homenagem ao ativista Chico Mendes e à missionária Dorothy Stang. A unidade é bicampeã no concurso. Os alunos premiados, que estão no segundo ano do curso técnico de Administração integrado ao Médio, tiveram apoio de toda a sala e dos professores para desenvolver o projeto. O tema foi escolhido para aliar o ambientalismo e a luta pela preservação da Amazônia à cultura mexicana, unindo características de dois povos.

Já entre as Fatecs, pelo segundo ano consecutivo, os mesmos estudantes de Jundiaí conquistaram o primeiro lugar. O grupo decidiu homenagear Mazzaropi e Cantinflas, atores e humoristas famosos no Brasil e no México, respectivamente. Por meio do projeto, os alunos encontraram uma maneira de mostrar que, mesmo após partir, os artistas deixaram sua marca na história do cinema e continuam a divertir espectadores mundo afora.

Para escolher os vencedores, o júri levou em conta originalidade e apresentação de cada altar, além de elementos essenciais, como oferendas (alimentos, bebidas, objetos), arcos de flores, dobraduras e papéis picados, fotografias dos homenageados e caveiras. Cada equipe criou seu altar baseando-se em uma região do México, considerando suas tradições e similaridades com a cultura brasileira.

Día de Muertos

O desafio cultural foi um tributo ao Día de Muertos, celebração da tradição mexicana, realizada anualmente entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro. Nesse período são construídos altares com ornamentos, retratos, comidas e objetos.

Os mexicanos acreditam que, com o ritual, as almas retornam para o mundo dos vivos e participam das festas. Considerada uma das tradições mais representativas da cultura mexicana, a celebração foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade pela Unesco em 2003.

Serviço

Fiesta de Día de Muertos
Local:
 Memorial da América Latina
Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – Capital
Data: de 2 a 11 de novembro
Horário: das 11 às 21 horas

Exposição Altar Día de Muertos
Local:
 Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo
Avenida Pedro Álvares Cabral, 201 – São Paulo
Data: de 4 e 8 de novembro
Horário: das 8 às 18 horas