Centro Paula Souza é reconhecido como ICT

16 de setembro de 2021

Compartilhe!

Reconhecimento abre oportunidades para a instituição apoiar o Estado na geração de novos negócios | Foto: Gastão Guedes

Além de maior rede estadual de ensino profissional da América Latina, o Centro Paula Souza (CPS) agora passa a ser reconhecido também como Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). A aprovação da instituição, que pleiteia o título desde 2019, se deu por unanimidade em reunião realizada na terça-feira (14), pelo Conselho das Instituições de Pesquisa do Estado de São Paulo (Consip). Vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, o conselho tem como presidente a titular da pasta, a secretária Patricia Ellen.

Durante a reunião promovida pela subsecretária de Ciência e Tecnologia, Paula Lima, realizada de forma remota, a vice-diretora-superintendente, Emilena Lorenzon, fez uma apresentação geral do Centro Paula Souza, do regime de jornada integral das Faculdades de Tecnologia do Estado (Fatecs), e do quadro de doutores, mestres, eixos tecnológicos e pesquisas que vem sendo desenvolvidas nos últimos dois anos.

“Com este reconhecimento abrimos um leque de novas oportunidades para a instituição em várias frentes para apoiar o Estado de São Paulo na geração de novos negócios com base tecnológica, contribuindo para a ampliar sua competitividade”, afirma Emilena.

Segundo a vice-superintendente, a partir de agora, o CPS pode, além de atuar na área de pesquisa, contribuir mais efetivamente para o desenvolvimento de novas tecnologias e de inovações em parceria público-privadas, sempre alinhadas às necessidades do mercado. “Uma das vantagens é ser reconhecido como um ator que contribua com  os ecossistemas de inovação do Estado de São Paulo podendo desenvolver tecnologias em parceria com empresas e usufruir dos benefícios do marco regulatório para ciência, tecnologia e inovação”, explica.

A partir de agora, de acordo com Emilena, o CPS passa a seguir a legislação do Marco Regulatório da Inovação, que abre muitas portas, por exemplo, para intensificação de parcerias público-privadas e investimento na atualização de laboratórios. “Poderemos também buscar fomento para inovações e compor a rede paulista dos ambientes promotores de pesquisa e inovação.”

Os Institutos de Ciência e Tecnologia (ICTs) são organizações sem fins lucrativos de administrações públicas ou privadas, que têm como principal objetivo a criação e o incentivo a pesquisas científicas e tecnológicas.

Fazem parte do Consip, mais de 18 institutos de pesquisa do Estado de São Paulo, entre eles, o Instituto Butantan e o Instituto Adolfo Lutz, que, recentemente, tornaram-se ainda mais conhecidos pelo trabalho no combate contra a Covid-19 e no desenvolvimento de vacinas para imunizar a população.

Na reunião, também foi aprovado o reconhecimento da Polícia Científica do Estado e o Hospital Emilio Ribas como Institutos de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo.