Copa do Mundo chega ao CPS e vira oportunidade para aprender

17 de junho de 2018

Compartilhe!

Aluno da Etec Prof. Alcídio de Souza Prado, de Orlândia, brinca de levantar a taça da Copa do Mundo | Foto: Divulgação

Época de Copa do Mundo é tempo de torcer, mas também de estudar. É assim nas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais, que decoram suas instalações e promovem projetos pedagógicos inspirados no torneio de futebol. Disciplinas que aparentemente não têm relação com os jogos, como História e Sociologia, transformam-se em um prato cheio para novos aprendizados. As estratégias se enquadram na prática de metodologias ativas de aprendizagem utilizadas nas Etecs, baseadas em projetos, trabalho em grupo e interdisciplinaridade.

Na Etec de Ibitinga foi o professor de História Helder Victor quem buscou uma maneira de aproveitar a Copa do Mundo para reforçar conteúdos de sua disciplina. Ele se inspirou no programa de auditório Passa ou Repassa e dividiu as salas do Ensino Médio integrado ao Técnico (Etim) dos cursos de Administração e Informática em 32 grupos, cada um deles representando um país que disputa o torneio na Rússia. Ao todo, os estudantes prepararam 480 questões de história que envolvem as nações participantes da Copa.

Assim como ficou definido no sorteio da Federação Internacional de Futebol, os países se enfrentam dentro de grupos. No dia 11, por exemplo, Rússia e Arábia Saudita já entraram em campo na Etec e a batalha de questões de história terminou com vitória do time de anfitriões da Copa, por 4 a 2. No mesmo dia, Portugal e Espanha empataram em 3 a 3 e a Argentina perdeu para a Islândia por 4 a 2.

“Os alunos levaram vuvuzelas, as mães de alguns deles bordaram bandeiras, os alunos pintaram o rosto”, conta Victor. “Mas o mais importante é que eles mostraram que estudaram bastante.”

Política

Já na Etec Cel. Fernando Febeliano da Costa, de Piracicaba, o professor de Sociologia Marcelo Bezerra buscou apresentar aos alunos um aspecto pouco explorado do futebol: sua relação com a política. Para isso, programou a exibição de quatro documentários da série Memórias do Chumbo: O futebol nos tempos do Condor, produzido pelo jornalista Lúcio de Castro, em parceria com a ESPN Filmes. A Operação Condor, conhecida no Brasil como Carcará, foi uma aliança entre militares da América Latina para combater opositores de esquerda.

“Acredito que esse esporte tenha o potencial de ajudar os alunos a entenderem melhor o contexto da política”, conta Bezerra. “O futebol é um fenômeno esportivo, social e cultural de massas no Brasil. A série de documentários retira o esporte da invisibilidade política para colocá-lo no centro do debate, evidenciando as relações de mútua determinação entre o futebol e a política.” As exibições começaram nesta semana e seguem até dia 19.

Os alunos do segundo ano do curso técnico de Informática integrado ao Médio da Etec de Santa Isabel também mergulharam no torneio esportivo. Desde o início do semestre eles estão pesquisando as relações entre a Copa da Rússia e as diversas disciplinas que estudam. Parte dos alunos buscou entender, por exemplo, como funciona a programação de um placar. Outros se aprofundaram nas relações entre a física e o futebol a ética aplicada a esse esporte. O restante dos alunos prepara uma apresentação de dança.

“Eles estão achando fantástico relacionar o que aprendem no dia a dia com a Copa do Mundo”, relata a professora de português Margarete Fátima Pontes da Silva, autora do projeto.

A Copa também serviu de inspiração para a professora de artes da Etec Profª Ilza Nascimento Pintus, de São José dos Campos, Vera Vicchiarelli. Ela apresentou a teoria das cores para suas turmas de Automação, Administração e Informática, todas do Etim, e os alunos estão recriando obras de artistas como Volpi, Paul Klee e Mondrian em verde e amarelo.

Estes são apenas alguns dos exemplos de ações desenvolvidas pelas Etecs e Fatecs. A galeria de fotos apresenta outras iniciativas das unidades do Centro Paula Souza (CPS).

Copa chega às Etecs e se transforma em oportunidade para aprender