CNPq concede 26 bolsas de iniciação científica às Fatecs


9 de setembro de 2020

Compartilhe!

Programa estimula estudantes a desenvolverem soluções tecnológicas para os desafios do dia a dia | Imagem: Canal do Ensino

A edição 2020-2021 do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti) – parceria entre o Centro Paula Souza e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) – concedeu 26 bolsas de iniciação científica aos estudantes das Faculdades Tecnológicas do Estado (Fatecs).

Os selecionados representam as unidades de Americana, Baixada Santista (Santos), Bauru, Campinas, Cruzeiro, Diadema, Itapetininga (2), Itaquera (Capital), Jaú, Matão, Mauá, Osasco (2), Ourinhos, Piracicaba, Presidente Prudente (2), São Bernardo do Campo, São José dos Campos (4), Sorocaba (2) e Tatuapé (Capital).

A parceria com o CNPq, segundo o coordenador do Pibiti na Unidade de Ensino Superior do CPS, Luiz Francisco, é estratégica para estimular os estudantes a desenvolverem o pensamento científico e criativo, que traga soluções tecnológicas para os problemas do dia a dia. “Esse perfil inovador é o que o mercado de trabalho e o ambiente acadêmico estão demandando”, explica.

Os projetos selecionados exploram temas criativos e atuais como robôs autônomos, fake news, gestão da Agroindústria, desafios do teletrabalho na área financeira e ferramentas da neurociência para análise de reações causadas por perfumes. Esses trabalhos representam diferentes eixos tecnológicos como Ambiente e Saúde, Controle e Processo Industrial, Gestão e Negócios, Informação e Comunicação, Turismo Hospitalidade e Lazer, Infraestrutura, Produção Alimentícia, Produção Industrial e Recursos Naturais.

Os critérios para seleção de projetos do CNPq consideraram a titulação e produção científico-tecnológica do orientador, adequação do tema do projeto à área do professor, clareza, relevância e viabilidade, além da análise do histórico escolar e do currículo lattes do estudante.  

Veja Também