skip to Main Content

Alunos contrários à ocupação furam bloqueio e conseguem ter aula na Etesp

Ocupantes da Escola Técnica Estadual (Etec) São Paulo, a Etesp, no Bom Retiro, Capital, invadiram nesta manhã a sala da direção da unidade, no edifício principal do campus, hackearam o email institucional do diretor, rasuraram e jogaram documentos pela janela. Em prédio adjacente, alunos de sete turmas da escola contrários à ocupação furaram o bloqueio e conseguiram ter aula. Os estudantes entraram acompanhados dos pais, que ficaram na porta para garantir que os ocupantes não impedissem a iniciativa.

Manifestações de pais e estudantes que querem ter aula chegam diariamente ao Centro Paula Souza. Eles temem o atraso no calendário escolar, que impossibilitará o cumprimento do currículo e obrigará as escolas a fazerem reposição de aulas nos períodos de férias. Estão comprometidas a preparação dos alunos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) – acesso a faculdades de todo o País – e a emissão de certificados para que concluintes dos cursos técnicos possam ingressar no mercado de trabalho.

A Etesp está ocupada, assim como outras 12 unidades do Centro Paula Souza. Desde o início do movimento, cinco Etecs já foram desocupadas. Em algumas unidades, como Basilides de Godoy e Pirituba, têm sido registrados conflitos entre ocupantes e alunos que querem ter aulas.

O Estado já se comprometeu a disponibilizar almoço para todos os alunos de Etecs que estudam em período integral e ainda não recebem a refeição. A medida vai beneficiar 20 mil estudantes. Atualmente, 100% das 219 unidades recebem merenda. Em 70% dessas já é servida refeição completa. As demais estão sendo adaptadas.

O Centro Paula Souza reconhece o direito às reivindicações, mas lamenta a paralisação das atividades nas escolas e ações de vandalismo como a ocorrida hoje na Etesp. Já foram computados R$ 80 mil em prejuízos causados pela ocupação da sede administrativa da instituição, de onde foram furtados 21 laptops e 12 HDs, entre outros equipamentos e objetos pessoais de funcionários, danificados móveis e portas e arrombados armários e gavetas. O Centro Paula Souza reitera seu apoio aos pais, alunos e profissionais contrários aos atos de ocupação e informa que está trabalhando para retomar as aulas o mais breve possível. Veja as fotos aqui.

Notícias

Fatec Garça realiza 3º edição da Feira de Empreendedorismo
Fatec Ipiranga cria Comitê de Políticas Antidiscriminatórias
Canal do CPS no YouTube tem videoaula sobre raciocínio lógico
Vestibulinho para o 2º semestre está com inscrições abertas
Diretores de Etecs se preparam para implantação do Novotec

Siga o CPS

CPS – Administração Central

Rua dos Andradas, 140 - Santa Ifigênia
CEP 01208-000 – São Paulo – SP
+55 11 3324-3300

Centro Paula Souza. Desenvolvido por AssCom/WEB. Todos os direitos reservados

Back To Top