Abertas inscrições de trabalhos para o 7º Encontro de Memórias


6 de maio de 2020

Compartilhe!

Grupo de estudantes da Etec Bento Quirino durante atividade prática na oficina mecânica em 1935 | Foto: Arquivo

Grupo de estudantes da Etec Bento Quirino durante atividade prática na oficina mecânica em 1935 | Foto: Arquivo CPS

Estão abertas as inscrições para apresentação de trabalhos no 7º Encontro de Memórias e História da Educação Profissional e Tecnológica. Pesquisadores de instituições de Ensino Técnico e Tecnológico de todo o Brasil e de outros países podem inscrever gratuitamente seus artigos e pôsteres para submissão até o próximo dia 15, pela internet.

Promovido pelo Grupo de Estudos e Pesquisas em Historiografia da Educação Profissional do Centro Paula Souza (CPS) a cada dois anos, o encontro tem como objetivo preservar a memória e possibilitar a troca de experiências entre diferentes institutos educacionais. As pesquisas apresentadas devem contribuir para o desenvolvimento de ações de cidadania e políticas públicas voltadas ao aprimoramento do ensino profissional.

O tema desta edição será Cursos, Currículos e Inovações. O evento está previsto para ser realizado nos dias 5 e 6 de outubro, no Centro de Capacitações do CPS, no centro da Capital.

Os trabalhos deverão abordar assuntos envolvendo a história da criação de cursos, currículos, disciplinas e formação de professores. São três eixos temáticos: Cursos de educação profissional e tecnológica e seus processos de concepção, construção e transformação em relação ao mundo do trabalho; Reformulações curriculares em função das políticas públicas educacionais; Inovações curricular, de ensino, de extensão e de pesquisa na educação profissional e tecnológica. Confira as normas para envio de trabalhos.

Homenagem

Nesta edição, será homenageada a Escola Técnica Estadual (Etec) Bento Quirino, de Campinas, criada em 1914, por uma associação de cafeicultores e profissionais liberais. A unidade foi incorporada pelo Governo do Estado em 1927 e integrada ao CPS em 1993. A Etec conta com um centro de memória, formado entre 1998 e 2001, sob curadoria do historiador Américo Baptista Villela. Ele será um dos homenageados do evento ao lado dos professores Kokei Uehara e Rufino Reis Soares, que atuaram na Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) São Paulo.