skip to Main Content

Estão abertas as inscrições para o Vestibulinho das Etecs

As inscrições para o processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) do Centro Paula Souza para o 1º semestre de 2015 vão até 7 de novembro. Ao todo, são oferecidas mais de 82 mil vagas para os ensinos Médio, Técnico, Técnico integrado ao Médio e Especialização Técnica. O exame será no dia 7 de dezembro. A inscrição deve ser feita pela internet e o valor da taxa é de R$ 30.

No próximo semestre, entra em funcionamento a Etec Itaquera II, na Capital, com os cursos de Desenho da Construção Civil, Edificações e Edificações integrado ao Médio. Também serão abertas turmas de Logística e Administração em Santa Cruz das Palmeiras, na região de Campinas, e de Administração e Segurança do Trabalho em Porto Feliz, na região de Sorocaba.

Em todo o Estado são oferecidas 53.639 vagas para cursos técnicos em 217 Etecs e em 47 classes descentralizadas (unidades que funcionam com um ou mais cursos, sob a administração de uma Etec) – esse número inclui 1.890 para o técnico na modalidade semipresencial, por meio do Telecurso TEC – e  8.410 para Ensino Médio.

Do total de vagas para o Ensino Técnico, 8.855 são destinadas ao convênio entre o Centro Paula Souza, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e a Prefeitura de São Paulo. Esse número inclui 7.625 vagas para cursos técnicos em 105 escolas estaduais de 68 municípios e 1.230 para os 21 Centros Educacionais Unificados (CEUs) da Capital. As aulas, oferecidas no período noturno, serão ministradas por professores das Etecs.

O processo seletivo disponibiliza ainda 610 vagas para 11 cursos de especialização técnica. Trata-se de uma oportunidade de aprofundamento para profissionais que já têm o diploma técnico e desejam obter conhecimentos mais específicos nessa determinada área. Seis desses cursos são inéditos: Desenvolvimento de Aplicativos para Smartphones, Enfermagem na Assistência ao Idoso, Gestão Ambiental, Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição, Java – Web shepere/Rational e Rádio e Comunicação. Para fazer a inscrição, é necessário ter concluído o Ensino Médio e o Ensino Técnico no mesmo eixo tecnológico do curso de especialização.

Programa Vence

Por meio do Programa Vence, outra parceria com a Secretaria de Educação do Estado, o Centro Paula Souza estende o Ensino Técnico Integrado ao Médio às escolas estaduais. As 2.756 vagas para essa modalidade serão oferecidas na rede estadual de duas maneiras:

* O aluno terá as aulas do Ensino Médio em uma escola estadual e as do curso técnico em uma Etec (modalidade interdependente) ou

* Aulas do Ensino Médio e do curso técnico na mesma escola estadual.

Certificação de Competência

O Vestibulinho também oferece vagas remanescentes de segundo módulo para 9  cursos técnicos: Administração, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Logística, Mecânica, Nutrição e Dietética, Segurança do Trabalho e Transações Imobiliárias.

Os interessados devem ter concluído o Ensino Médio e ter experiência profissional na área do curso, mediante avaliação e certificação de competências referentes ao 1º módulo.

Inscrições

Para concorrer a uma das vagas do Vestibulinho para o Ensino Médio e do Ensino Técnico Integrado ao Médio, o candidato deve ter concluído o Ensino Fundamental nas modalidades regular, Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Os que pretendem fazer o Ensino Técnico precisam ter concluído ou estar cursando a partir do 2º ano do Ensino Médio.

A inscrição para o processo seletivo deve ser feita exclusivamente pela internet, pelo site www.vestibulinhoetec.com.br, até as 15 horas do dia 7 de novembro. Para efetivar a inscrição, é preciso imprimir o boleto bancário e pagar a taxa de R$ 30 em dinheiro em qualquer agência bancária. O Manual do Candidato também está disponível para download no site do Vestibulinho.

Inclusão social

O Sistema de Pontuação Acrescida concede acréscimo de pontos à nota final obtida no exame, sendo  3% a estudantes afrodescendentes e 10%  a oriundos da rede pública. Se o candidato estiver nas duas situações, recebe 13% de bônus.

Para ter direito ao bônus, o candidato afrodescendente e/ou oriundo da rede pública deve fazer a autodeclaração no ato da inscrição.

O candidato também deve informar, no momento da inscrição – após verificar se tem direito à pontuação acrescida –, se cursou integralmente da 5ª a 8ª série ou do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental em instituição pública municipal, estadual ou federal. A comprovação deve ser feita no ato da matrícula, por meio do histórico escolar do ensino fundamental ou a declaração escolar, discriminada série a série.

Cabe ao candidato verificar se tem direito à pontuação acrescida, porque a matrícula não poderá ser realizada e a vaga será perdida se as informações não atenderem às condições estabelecidas em sua totalidade.

Outras informações pelos telefones (11) 3471-4071 (Capital e Grande São Paulo) e 0800-772 2829 (demais localidades) e pelo site

Back To Top