Google e CPS dão início à edição de 2018 do StartUp in School – CPS – Centro Paula Souza skip to Main Content

Google e CPS dão início à edição de 2018 do StartUp in School

Google E CPS Dão Início à Edição De 2018 Do StartUp In School
Diretores de oito Etecs conheceram programação e objetivos do StartUp in School | Foto: Divulgação

O Centro Paula Souza, o Google e a consultoria de Ideias de Futuro deram início hoje, 9, à quarta edição do programa StartUp in School. Os organizadores receberam os diretores das oito Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) selecionadas para a consultoria em empreendedorismo e criação de startups durante o ano letivo: Etec de Cubatão, Etec de Guaianazes (Capital), Etec Prof. Horário Augusto da Silveira (Capital), Etec Jorge Street (São Caetano do Sul), Etec Lauro Gomes (São Bernardo do Campo), Etec de Mairiporã,  Etec Dr. Nelson Alves Vianna (Tietê) e Etec Philadelpho Gouvêa Netto (São José do Rio Preto).

Com o intuito de revelar aos novos participantes o calendário e detalhes do programa, a apresentação teve a participação do diretor de relações governamentais do Google, Marcelo Lacerda, dos diretores da Ideias de Futuro, Jaciara Cruz e Oswaldo Cruz, e do coordenador de projetos do Centro Paula Souza, Gislayno Monteiro.

“O Google quer fortalecer o ecossistema digital ao seu redor”, disse Lacerda. “Com o StartUp in School, vamos criar qualidades nos alunos para que eles saiam do Ensino Médio com uma visão mais ampla do que eles podem atingir no mercado de trabalho.”

O programa

Cada Etec selecionada terá dois dias de atividades para os alunos que se inscreverem. Serão 60 vagas destinadas aos estudantes de todos os cursos de cada unidade. Nos workshops, os participantes aprenderão sobre empreendedorismo, criação de aplicativos e plano de negócios e desenvolverão um projeto, que pode ser escolhido para participar da final online e, depois, de um Day Camp na sede do Google Campus. Além disso, concorrem a três meses de mentoria para aprimorar sua empresa.

Para as escolas, uma novidade: o curso Competências Empreendedoras na Escola, destinado aos professores, passa a ter 20 horas em vez de 8, incluindo 12 horas na modalidade a distância. Também haverá novas premiações, destacando a Etec com maior cultura empreendedora e premiação adicional para os grupos de estudantes com bom desempenho nas atividades aplicadas na escola.

Back To Top