skip to Main Content

Evento da Etec Santa Ifigênia aproxima alunos dos profissionais da gastronomia

Evento Da Etec Santa Ifigênia Aproxima Alunos Dos Profissionais Da Gastronomia
Crédito: Divulgação | Alunos do período noturno apresentaram Trabalhos de Conclusão de Curso

Cerca de 600 pessoas participaram da primeira edição do GastroEtec, evento de gastronomia da Escola Técnica Estadual (Etec) Santa Ifigênia, que foi realizada no sábado, dia 24. O encontro envolveu estudantes dos cursos técnicos de Cozinha e Eventos, que ajudaram na logística e na orientação dos participantes.
Entre as atrações estavam palestras, expositores do setor, tendas com venda de utensílios de cozinha e praça de alimentação com food trucks. Também foram realizados workshops sobre panificação, comidas saudáveis, cozinha mexicana, sustentabilidade na cozinha, entre outros.

Durante o evento os alunos do curso técnico de Cozinha apresentaram os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) para professores, amigos, familiares e curiosos. Após as exibições, os participantes puderam degustar algumas das receitas dos grupos.

A iniciativa foi tão bem-sucedida que os organizadores já pensam em promover um evento anual que envolva todas as Etecs com cursos de Cozinha. “As parcerias foram ótimas, os chefs e palestrantes manifestaram a vontade de retornar para outras ações com os alunos”, afirma o professor Gustavo Castro. Na próxima edição, o encontro deve ter uma exposição com alimentos produzidos pelas unidades agrícolas.

Workshop

Uma das atrações despertou o interesse do público foi o workshop de hambúrgueres do chef Sergio Favero, do St. Johns Irish Pub, estabelecimento localizado no bairro do Tatuapé, zona leste da Capital. O cozinheiro preparou quatro versões de hambúrgueres: carne bovina com cebola caramelizada, carne de carneiro com casca de limão siciliano, shitake/shimeji com creem cheese e carne de pato com trufa negra.

Favero deu algumas dicas para os alunos que entrarão nos próximos meses no mercado de trabalho. “Antes de tudo, é preciso ter humildade. A pessoa nunca pode esquecer que um chef de cozinha é um cozinheiro, depois ele cuida da gestão. Tem que ser paciente e não escolher vagas, afinal a disputa é grande no mercado”, afirma. “O aluno pode desprezar uma casa humilde, mas talvez naquela casa ele aprenda com uma cozinheira antiga, que pode dar muita informação.”

Evento da Etec Santa Ifigênia aproxima alunos dos profissionais da gastronomia

Back To Top