skip to Main Content

Centro Paula Souza participa de seminário sobre ensino profissional nos países do Mercosul

O Centro Paula Souza participou, nesta quinta e sexta, 3 e 4 de abril, do Seminário Internacional de Formação Técnica e Social, promovido pela Federação Nacional dos Técnicos Industriais (Fentec), em parceria com o European Centre for Workers’ Questions (Eza) e a Organização Internacional de Técnicos (Oitec). Realizado no centro de convenções do Hotel Braston, no centro da capital, o evento teve como objetivo promover o intercâmbio de ideias e experiências que possam contribuir no aprimoramento do ensino profissional nos países do Mercosul.

Durante a apresentação do painel “Projetos e Alternativas para Expansão das Escolas Técnicas no Território Nacional”, na abertura do encontro, o coordenador do Ensino Médio e Técnico do Centro Paula Souza, Almério Melquíades de Araújo, fez um balanço sobre o aumento no número de matrículas nos últimos anos nos cursos oferecidos pela instituição. Ele ressaltou a importância de estabelecer novas parcerias para que o número de vagas continue crescendo. “É preciso o empenho de todas as esferas de governo, associações e iniciativa privada para que um maior número de jovens tenha acesso à formação profissional”, disse.

De acordo com Araújo, o foco dos investimentos deve ser a formação técnica integrada ao ensino médio. “Apenas 9% dos jovens que cursam ensino médio no Brasil estão se preparando para entrar no mercado, diferentemente do que ocorre em outros países, que estimulam esse preparo já na adolescência”, ressaltou.

Visita técnica

No segundo dia de evento, uma equipe formada por 11 membros de órgãos internacionais de formação técnica, como a Eza e a Oitec, visitou as instalações da sede do Centro Paula Souza e da Escola Técnica Estadual (Etec) Santa Ifigênia. A comitiva, composta por representantes da Argentina, Itália, Paraguai e Uruguai, foi recebida pela diretora superintendente da instituição, Laura Laganá.

“A troca de experiências com organizações internacionais pode colaborar na inserção de novas práticas no modelo de ensino, facilitando também a formação de parcerias em benefício dos alunos”, explica Laura.

Durante a visita, a diretora superintendente apresentou o perfil da instituição, que conta atualmente com mais de 280 mil alunos em 276 unidades presentes em 164 municípios. Ela também acompanhou a comitiva em visita ao prédio da administração central e aos laboratórios da Etec Santa Ifigênia, que oferece os cursos técnicos de Cozinha e Eventos.

Para o secretário-geral da Oitec Argentina, Luis Omar Améndola, a visita foi uma ótima oportunidade para conhecer o modelo aplicado no Brasil. “O Centro Paula Souza é uma grande referência na América do Sul. Espero poder também fazer uma integração entre os estudantes e professores da nossa província na Argentina com o pessoal daqui, como forma de compartilhar o conhecimento”, disse.

Já o presidente da Fentec, Wilson Wanderlei Vieira, destacou a importância de divulgar a qualidade da formação profissional brasileira internacionalmente. “Eles saíram daqui bastante entusiasmados com a estrutura e a abrangência dos cursos. A ideia é estreitar ainda mais o relacionamento com outros países”, afirmou.

Back To Top