skip to Main Content

Centro Paula Souza discute educação inclusiva no Conselho de Transparência da Administração Pública

Centro Paula Souza Discute Educação Inclusiva No Conselho De Transparência Da Administração Pública
Crédito: Divulgação | Professora Alessandra Costa fala sobre as práticas inclusivas do Centro Paula Souza na reunião do Conselho de Transparência da Administração Pública

A coordenadora de projetos de inclusão da pessoa com deficiência do Centro Paula Souza, Alessandra Costa, apresentou nesta quarta-feira, 11, as ações inclusivas da instituição na 22ª Reunião do Conselho de Transparência da Administração Pública. A professora foi uma das palestrantes convidadas para essa edição. O encontro, que acontece regularmente na sede da Corregedoria Geral da Administração,  na Capital,reúne representantes do poder público e da sociedade civil.

Durante a reunião, a coordenadora ressaltou o papel de destaque do Centro Paula Souza no acolhimento de alunos com deficiência. “Além de estimular a prática de projetos e iniciativas inclusivas em suas unidades, a instituição promove a capacitação de professores para receber alunos com deficiência”, afirmou. Um dos exemplos é o curso de Qualificação Básica de Cuidadores de Pessoas com Deficiência, oferecido em 2012 por meio de parceria com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência. “Não adianta para o aluno a escola ter acessibilidade se a equipe de docentes não estiver preparada para recebê-los”, enfatiza Alessandra.

Outro exemplo é a especialização em Moda Inclusiva, uma opção para o aluno formado no curso técnico em Modelagem do Vestuário. A iniciativa surgiu a partir do sucesso de trabalhos dos estudantes voltados à inclusão, premiados em feiras e concursos. As provas para o processo seletivo das Etecs e Fatecs também foram apresentadas. O conteúdo é o mesmo para todos os inscritos, mas os candidatos com deficiência têm opção de realizar a prova em braile, na versão ampliada ou com apoio de um intérprete de libras.

O Centro Paula Souza estuda a implantação de um núcleo de educação inclusiva, que terá a tarefa de ampliar os projetos e contribuir para o aperfeiçoamento de professores nessa área.

Acompanhe matérias sobre projetos de inclusão nas Etecs e Fatecs:

Fatec São Paulo sedia Fórum de Educação Profissional

Alunos da Fatec Jahu desenvolvem produtos para pessoas com deficiência

Bancada para pessoas com deficiência, tinta feita com pneu reciclado e software para irrigação são alguns dos vencedores da Feteps 2012

Equipamento vai auxiliar alunos com deficiência auditiva nas Etecs

Fatec Zona Sul oferece curso gratuito para atendimento a deficientes visuais

Etec Tiquatira promove desfile de inclusão social

Back To Top