Serra entrega Etec de Santana de Parnaíba

Na tarde desta quinta-feira, 5, o governador José Serra entregou oficialmente a Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira, de Santana de Parnaíba. O secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, e a diretora superintendente do Centro Paula Souza, […]

5 de março de 2009 10:00 am Etec

Na tarde desta quinta-feira, 5, o governador José Serra entregou oficialmente a Etec Profª Ermelinda Giannini Teixeira, de Santana de Parnaíba. O secretário de Desenvolvimento, Geraldo Alckmin, e a diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, entre outras autoridades, estiveram no evento. A 37ª Etec da Região Metropolitana de São Paulo integra o Plano de Expansão do Ensino Profissional, uma das prioridades do governo estadual.

Com o objetivo de contribuir para o aumento do índice de empregabilidade de jovens da região, o Governo do Estado, por meio do Centro Paula Souza, implantou nessa unidade, no segundo semestre de 2008, os cursos técnicos de Informática e Logística, ambos oferecidos nos períodos da tarde e da noite, com 40 vagas em cada turma.

“É um ensino que está ligado às necessidades do mercado ao mesmo tempo em que proporciona bons empregos”, disse o governador.

No Vestibulinho para o primeiro semestre deste ano, a Etec de Santana de Parnaíba passou a oferecer Ensino Médio, pela manhã, e uma nova turma de Logística, à noite, o que representa um aumento de 80 vagas. Atualmente, 400 alunos estão matriculados nessa Etec.

Alckmin elogiou a qualidade do Ensino Médio nas Etecs: “Para se ter uma idéia, na última Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas 58 alunos de Etecs foram premiados, três deles com medalhas de ouro”.

O Estado investiu em mobiliário e equipamento. Coube à Prefeitura do município a reforma e a adequação do prédio.

Segundo Laura Laganá, a Grande São Paulo tem recebido atenção especial em relação à implantação de unidades. Em 2006, existiam nove Etecs e três Fatecs na região, excluindo a Capital. Até 2010, o número vai triplicar – serão 21 Etecs e 11 Fatecs.

“É um investimento importante não apenas para a Região Metropolitana de São Paulo, mas para o desenvolvimento econômico de todo o Estado”, observou Laura Laganá.

Compartilhe


Veja também