Robótica anuncia vencedores do Hackathon Acadêmico

18 de novembro de 2021

Compartilhe!

Apresentação dos vencedores da competição foi feita durante uma live, realizada nesta quarta (17) | Foto: Divulgação

Os vencedores da quarta edição do Hackathon Acadêmico foram anunciados em um evento online nesta quarta-feira (17), no canal do  YouTube do Clube de Robótica Paula Souza. Projetos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Irmã Agostina, da Capital; Profª Marinês Teodoro de Freitas Almeida, de Novo Horizonte; e Profª Ilza Nascimento Pintus, de São José dos Campos, foram os campeões do torneio.

Os projetos participantes apresentaram soluções para alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU): ODS 5 (Igualdade de Gênero), ODS 7 (Energia Acessível e Limpa) e ODS 16 (Paz, Justiça e Instituições Eficazes). A quarta edição recebeu 38 projetos no total e, dentre esses, nove foram para a grande final e passaram pela banca de avaliação formada por sete especialistas.  

Em primeiro lugar na competição ficou o projeto Refuge Safe, proposto pelas estudantes Mariana Visu Teixeira, Sophia Rodrigues Costa da Silva e Thábata Victória Ferreira. Elas, que estudam na Escola Técnica Estadual (Etec) Irmã Agostina, da Capital, foram orientadas pela professora Gleiciane Oliveira de Morais. O trabalho apresentou um aplicativo que tem como objetivo ajudar os refugiados que chegam ao Brasil a se integrar na sociedade. A ferramenta estabelece uma conexão entre doadores e voluntários na captação de itens e recursos para serem direcionados a refugiados e ONGs parceiras.

Durante a premiação, as estudantes destacaram o empenho para o desenvolvimento do aplicativo: “Nos dedicamos muito para criar cada detalhe e garantir que esse fosse um aplicativo acessível e funcional”.

A segunda colocação ficou com o projeto Para Elas, dos estudantes Gabrieli Oliveira Vidal, Isabela Da Silva Lima, Maria Clara Rosa Hespanhol, Monike Zanluqui Vita e Victor Gabriel Oliveira Vidal, sob a orientação da professora Patrícia Poloni Capelatto Ferreira, da Etec Profª Marinês Teodoro de Freitas Almeida, de Novo Horizonte. O grupo desenvolveu um aplicativo que oferece cursos e capacitações que preparam as mulheres para o mercado de trabalho, além de ser uma ferramenta de conexão com as empresas e facilitar a colocação das profissionais no mercado de trabalho.

O projeto Nitrogênios ficou em terceiro lugar. A ideia foi desenvolvida pelos alunos da Etec Profª Ilza Nascimento Pintus, de São José dos Campos, Beatriz Sthefanny Araujo Santos, Eduarda Gabrielle Assis Brito, Franciely Cristina dos Santos Leite, Luis Paulo de Souza Reis e Rafaella Eiras Renó. Sob orientação do professor Neymar Siqueira Delarettil, os estudantes desenvolveram um projeto de criação de estações de carregamento de aparelhos eletrônicos alimentados por energia solar. A estação, além de ter baixo custo, está equipada com itens de acessibilidade para que seja útil a qualquer pessoa e itens de segurança para permitir sua instalação em áreas públicas.

Os vencedores ganharam mentorias especializadas e possibilidade de networking durante todo o período de desenvolvimento dos projetos, além de certificados de participação e brindes especiais de parceiros do evento.

“Esta foi mais uma edição de superação, pois os alunos tiveram de se readaptar e encontrar a melhor forma para trabalhar”, diz o coordenador da Robótica Paula Souza, Tiago Jesus de Souza. “Com o retorno presencial, muitas vezes, os estudantes encontraram dificuldades para se reunir e desenvolver o projeto, mas graças ao uso da tecnologia e, principalmente, por acreditarem no desafio, conseguiram concluir com êxito esta jornada.”