Inaugurada Etec de Arthur Alvim

O governador José Serra inaugurou nesta quarta-feira, 11, a Escola Técnica (Etec) de Arthur Alvim, na zona leste de São Paulo. Com essa unidade a Capital passa a ter 21 Etecs. Sete delas — Etec […]

11 de fevereiro de 2009 3:51 pm Etec

O governador José Serra inaugurou nesta quarta-feira, 11, a Escola Técnica (Etec) de Arthur Alvim, na zona leste de São Paulo. Com essa unidade a Capital passa a ter 21 Etecs. Sete delas — Etec de Artes, Arthur Alvim, Itaquera, Dra Maria Augusta Saraiva, Parque da Juventude, Sapopemba e Vila Formosa — integram o plano de expansão para o ensino profissional, umas das prioridades do Governo do Estado.

Além do governador, participaram da inauguração o vice-governador, Alberto Goldman; o secretário de desenvolvimento, Geraldo Alckmin; o prefeito da Capital, Gilberto Kassab; e a diretora superintendente do Centro Paula Souza, Laura Laganá, entre outras autoridades.

A Etec de Arthur Alvim iniciou suas atividades no segundo semestre de 2008, oferecendo 120 vagas divididas entre os cursos técnicos de Automação Industrial, Edificações com ênfase em Projetos e Eletrônica, todos no período da noite.

No Vestibulinho para o 1º semestre de 2009, a Etec mais que dobrou a oferta de vagas – foram 400 — com a implantação do Ensino Médio (80 vagas de manhã) e do curso técnico de Edificações (80 vagas, entre os turnos da tarde e noite), além de novas turmas, à tarde, dos cursos já existentes. Para se adequar ao Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, elaborado pelo Ministério da Educação (MEC), o curso técnico de Edificações com ênfase em Projetos passou a ser chamado Desenho de Construção Civil.

“Estamos oferecendo oportunidade de trabalho e ajudando no desenvolvimento do Estado”, ressaltou Serra, ao se referir ao alto índice de empregabilidade dos técnicos formados pelas Etecs – 77,3%. “E ainda temos o Ensino Médio que é um dos melhores do Brasil”, complementou. No Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 13 Etecs ficaram entre as 20 escolas públicas com melhor pontuação – na Capital, as Etecs ocupam as 11 primeiras colocações entre as estaduais. A Escola Técnica de São Paulo (Etesp) ficou em 9º lugar entre as escolas públicas de todo o Brasil.

Alckmin também apontou a empregabilidade como trunfo para minimizar os efeitos da crise econômica. “A melhor resposta para a crise é a educação que capacita os jovens para o trabalho”.

A Secretaria da Educação cedeu o prédio que abriga a Etec. O Governo do Estado investiu cerca de R$ 1,300 milhão na reforma e na adequação das instalações e R$ 280 mil em mobiliário e equipamentos.

“É mais uma Etec na Capital, onde nossa presença era tímida. Quando iniciamos o plano de expansão existiam 14 escolas, hoje temos 21 e, até 2010, serão 48. Vamos triplicar a oportunidade para que a população tenha uma formação de qualidade”, disse Laura Laganá.

Compartilhe


Veja também