Etecs de Itu e Rio Claro fazem aniversário no fim de semana


11 de setembro de 2020

Compartilhe!

Etec Prof. Armando Bayeux da Silva foi inaugurada com o nome de Escola Profissional Masculina de Rio Claro | Imagem: Typographia Brasil

Etec Prof. Armando Bayeux da Silva foi inaugurada com o nome de Escola Profissional Masculina de Rio Claro | Imagem: Typographia Brasil

Nesta sexta-feira (11), a Escola Técnica Estadual (Etec) Martinho Di Ciero, localizada no município de Itu, comemora seu aniversário de 60 anos. No domingo (13) é a vez da Etec Professor Armando Bayeux da Silva, localizada na cidade de Rio Claro, festejar seu centenário.

A Etec Martinho Di Ciero foi inaugurada em 1960. Naquela época, chamava-se Escola de Iniciação Agrícola e atendia jovens da região em regime de internato.

Integrada ao Centro Paula Souza (CPS) em 1994, a unidade tem mais de mil alunos matriculados em cursos como Administração, Comércio, Desenvolvimento de Sistemas, Design de Interiores, Hospedagem, Informática para Internet, Logística, Meio Ambiente, Paisagismo, Secretariado, entre outros. 

Nas dependências da Etec de Itu há um hotel escola, salão de eventos, centro de memórias e diversos laboratórios de informática. Desde 2006, a unidade se destaca no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como a melhor escola estadual do município.

“A Etec completa 60 anos com o mesmo espírito de sua fundação: foco no pioneirismo, protagonismo e, acima de tudo, pretende ser sempre referência em ensino público gratuito de qualidade”, diz o diretor, Tiago Rogério Ribeiro Pertile. “São décadas de muito sucesso, muitas histórias, muitos cursos e um profissionalismo ímpar que envolve todos os docentes e funcionários para oferecer ensino e formação de alunos que, não raro, se destacam na área escolhida. A escola se reinventa a cada ciclo e está pronta para os desafios dos próximos 60 anos, continuando com sua excelência característica.”

Centenário

Já a Etec Professor Armando Bayeux da Silva, foi inaugurada em 1920 com o nome de Escola Profissional Masculina de Rio Claro. Em 1971, a publicação da Lei de Diretrizes e Bases (5692/71) reformou o Ensino Primário e Médio, criando o primeiro e segundo graus e obrigando a habilitação profissional durante a segunda etapa. A escola, então, passou a ser uma unidade técnica de segundo grau.

Até 1991, permaneceu vinculada administrativamente à Secretaria da Educação do Estado de São Paulo. Em 1992 teve o início o processo de mudança administrativa que resultou na incorporação da unidade, em 1994, ao CPS.

A Escola Técnica oferece cursos técnicos e integrados de Administração, Automação Industrial, Contabilidade, Desenvolvimento de Sistemas, Eletroeletrônica, Eletromecânica, Enfermagem, Informática, Logística, Mecânica e Recursos Humanos.

A Etec Bayeux, como é conhecida na região, é uma referência em ensino público de qualidade, conquistando resultados e números expressivos em avaliações como Enem, Sistema de Avaliação do Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) e Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa).

“Todos os que passam por esta escola se rendem ao excelente convívio entre os alunos, professores, funcionários e equipe de gestão, formando a tradicional e conhecida Família Bayeux, que há gerações mantém a chama viva do conhecimento, profissionalismo, ética e competência”, diz o diretor da unidade, Jeferson Antonio Alves.

Neste sábado (12), a Orquestra Filarmônica de Rio Claro apresentará, em homenagem ao centenário da escola, o concerto Live, às 18 horas, com o tema Imagens do Brasil. A transmissão será feita pela TV Claret e poderá ser vista também nas redes sociais da emissora (Facebook, Youtube e Instagram).

Além dessas duas unidades, as Etecs Celso Giglio, de Osasco, Embu, de Embu das Artes, e Padre Carlos Leôncio da Silva, de Lorena, comemoram seu décimo aniversário no dia 23 de setembro.

Veja Também