skip to Main Content

Escolas Técnicas Estaduais mais uma vez se destacam no Enem

Escolas Técnicas Estaduais Mais Uma Vez Se Destacam No Enem
Nesta edição, Etesp é a melhor escola pública da Capital e a segunda melhor do Estado | Foto: Gastão Guedes

As Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) tiveram destaque no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, repetindo o ótimo desempenho alcançado todos os anos. De acordo com os dados publicados pelo jornal Folha de S. Paulo no dia 29 de junho, 19 das 20 melhores escolas públicas da Capital e 13 das 30 melhores escolas estaduais do Brasil são Etecs. Entre as primeiras 60 escolas públicas do Estado, 46 são Etecs.

Mais uma vez, a Etec São Paulo, conhecida como Etesp, figurou como a melhor escola pública da Capital. Na classificação geral, que inclui escolas privadas, a Etesp ficou acima de colégios tradicionais da cidade, como Visconde de Porto Seguro, Rio Branco e Dante Alighieri. No ranking nacional de escolas estaduais, a Etesp foi a terceira colocada e, entre as melhores públicas do Estado, ficou em segundo lugar, subindo uma colocação em relação ao ano passado.

Das 46 Etecs incluídas entre as 60 melhores públicas do Estado, estão 11 da Região Metropolitana de São Paulo, como a Etec Presidente Vargas, de Mogi das Cruzes (11º lugar). Também estão na lista 13 Etecs da Capital, dentre as quais Guaracy Silveira (12º lugar) e Itaquera II (13º lugar). A Região de Campinas tem oito unidades nesse ranking, como Vasco Antonio Venchiarutti, de Jundiaí, (10ª) e Cel. Fernando Febeliano da Costa, de Piracicaba, (15º).

Tabulação

Desde o ano passado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pelo Enem, não divulga os resultados por escola. Os dados estão disponíveis apenas por aluno no site da instituição.

O ranking elaborado pelo jornal Folha de S. Paulo se baseou na média das quatro áreas da prova objetiva (linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas), sem contar redação. Foram excluídas escolas com menos de dez alunos do terceiro ano do Ensino Médio ou que tiveram participação inferior a 50% do total de seus estudantes na prova, seguindo critérios do MEC de anos anteriores.

Embora a finalidade principal do Enem seja avaliar o desempenho escolar e acadêmico ao fim do Ensino Médio, seu resultado também é usado como mecanismo de acesso ao Ensino Superior. Os participantes fazem quatro provas objetivas (Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática) e uma redação. O exame é aplicado anualmente.

 

20 melhores escolas públicas da Capital

30 melhores escolas estaduais do Brasil

60 melhores escolas públicas do Estado

 

Back To Top