skip to Main Content

Alunos transformam lixo eletrônico em computadores para doação

Alunos Transformam Lixo Eletrônico Em Computadores Para Doação
Crédito: Divulgação | Equipe do ReciclaEtec reforma equipamentos no laboratório da escola

Na Escola Técnica Estadual (Etec) Antonio Devisate, de Marília, lixo eletrônico vira computador pronto para uso por meio do projeto ReciclaEtec. O projeto reutiliza equipamentos obsoletos e peças usadas para montar máquinas que são doadas a estudantes carentes e instituições beneficentes. A montagem é feita pelos alunos do curso técnico de Informática durante as aulas de hardware, sob a supervisão do professor Fábio Henrique Zanella Moura, coordenador do ReciclaEtec. Há aproximadamente 300 máquinas prontas para ganhar um novo destino. Em três anos, cerca de 800 computadores já foram doados.

“O projeto é baseado na educação, na sustentabilidade e na inclusão social. Tiramos o lixo do meio ambiente, ensinamos aos alunos na prática e doamos a quem precisa”, diz Moura.
Uma das pessoas que recebeu um computador reformado pelo projeto foi Bruno Henrique Micheleti Sichciopi, de 19 anos. Quando ingressou no curso técnico de Informática, Bruno ainda não tinha seu próprio PC. Ao ganhar um, ele pôde se aprofundar nos estudos. “Depois de receber um desktop, eu me interessei muito mais pelo curso. Entrei para o projeto e me tornei monitor. É muito gratificante montar um computador para doar a quem não tem um”, conta Bruno, que já está formado pela Etec e empregado como técnico em Informática.

História

Em 2011, a Etec começou a receber computadores obsoletos para serem utilizados durante as aulas de hardware. Mas foi na virada para 2013 que o projeto se tornou social, com a chegada de novos alunos, com novas ideias.  A escola realizou uma campanha, em parceria com a Prefeitura de Marília, para a coleta de lixo eletrônico. Em paralelo, o Rotary Club identificou entidades carentes que necessitavam de doação de equipamentos e ofereceu voluntários para ajudar no trabalho de montagem de computadores. Em 2015, o ReciclaEtec foi premiado como o melhor projeto de ação social na 9ª edição da Feira Tecnológica do Centro Paula Souza (Feteps).

“Conseguimos mostrar que o que é obsoleto para um pode dar uma luz para outras pessoas”, diz a diretora da Etec de Marília, Claudia Mara Piloto da Silva Parolisi, que ressalta o aspecto educacional do projeto: “Além do trabalho pedagógico com os alunos, orientamos a comunidade sobre o descarte correto dos equipamentos eletrônicos e os cuidados com o meio ambiente”.

A escola recebe computadores, acessórios de informática, celulares e televisões. Para doar, entre em contato pelo telefone (14) 3413-3970. Saiba mais sobre o projeto no site.

Back To Top