Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.

  1. Home
  2. /
  3. Centro Paula Souza

Centro Paula Souza


O Centro Paula Souza (CPS) é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Presente em 365 municípios, a instituição administra 224 Escolas Técnicas (Etecs) e 75 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais, com mais de 323 mil alunos em cursos técnicos de nível médio e superiores  tecnológicos.

Nas Etecs, mais de 226 mil estudantes estão matriculados nos Ensinos Médio, Técnico integrado ao Médio e no Ensino Técnico, incluindo habilitações nas modalidades presencial, semipresencial, online, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e especialização técnica. As Etecs oferecem 224 cursos, voltados a todos os setores produtivos públicos e privados.

Já as Fatecs atendem mais de  96 mil alunos matriculados em 86 cursos de graduação tecnológica, em diversas áreas, como Construção Civil, Mecânica, Informática, Tecnologia da Informação, Turismo, entre outras.

Além da graduação, o CPS oferece cursos de pós-graduação, atualização tecnológica e extensão.

A instituição também é reconhecida como Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT), uma organização sem fins lucrativos de administrações públicas ou privadas, que têm como principal objetivo a criação e o incentivo a pesquisas científicas e tecnológicas. O reconhecimento se deu por unanimidade em reunião do Conselho das Instituições de Pesquisa do Estado de São Paulo (Consip), realizada em 14 de setembro de 2021.

A Resolução SDE nº 60, de 30 de dezembro de 2021 foi publicada do Diário Oficial do Estado, em 4 de janeiro de 2022 e passou a vigorar a partir desta data.

A instituição foi criada pelo decreto-lei de 6 de outubro de 1969, na gestão do governador Roberto Costa de Abreu Sodré (1967 – 1971), como resultado de um grupo de trabalho para avaliar a viabilidade de implantação gradativa de uma rede de cursos superiores de tecnologia com duração de dois e três anos.

Em 1970, começou a operar com o nome de Centro Estadual de Educação Tecnológica de São Paulo (CEET), com três cursos na área de Construção Civil (Movimento de Terra e Pavimentação, Construção de Obras Hidráulicas e Construção de Edifícios) e dois na área de Mecânica (Desenhista Projetista e Oficinas). Era o início das Faculdades de Tecnologia do Estado. As duas primeiras foram instaladas nos municípios de Sorocaba e São Paulo. Passou a se chamar Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza em 1973, em homenagem ao engenheiro e professor Antonio Francisco de Paula Souza.

A trajetória do Centro Paula Souza vai além de seus 50 anos de fundação. Sua memória mistura-se com a história centenária do ensino profissional público em São Paulo. Em 1969, o órgão nasceu com a missão de organizar os primeiros cursos superiores de tecnologia, mas no decorrer das décadas, acabou englobando também a educação profissional do estado em nível médio, absorvendo unidades já existentes e construindo novas Etecs e Fatecs para expandir o ensino profissional a todas as regiões do Estado.

Em setembro de 2021, o Centro Paula Souza foi reconhecido como Instituto de Ciência e Tecnologia (ICT). Este reconhecimento, que era pleiteado junto ao Conselho das Instituições de Pesquisa do Estado de São Paulo (Consip), desde 2019, representou um divisor de águas para o CPS. Como ICT, a instituição pode atuar na área de pesquisa, buscar oportunidades de novas parcerias com setor privado e, sobretudo, apoiar o Estado de São Paulo na geração de novos negócios com base tecnológica, contribuindo para a ampliar sua competitividade.

Nascido em uma família de estadistas, no município paulista de Itu, o engenheiro e professor Antonio Francisco de Paula Souza (1843 – 1917) posicionava-se como um liberal, a favor da república e do fim da escravatura. Estudou engenharia na Alemanha e na Suíça. Fundou a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) e trabalhou diretamente no desenvolvimento da infraestrutura do País, projetando obras e estradas de ferro. Na política, atuou como deputado, presidente da câmara estadual e ministro das Relações Exteriores e da Agricultura no mandato do presidente Floriano Peixoto (1891 – 1894).

Paula Souza era reconhecidamente um homem à frente de seu tempo e caracterizou-se como um educador que sempre defendeu o papel da escola como meio de formação de profissionais e não somente um local para discussões acadêmicas. Mais de 50 anos após sua morte, os princípios idealizados por Paula Souza começaram se concretizar com a criação do Centro Estadual de Educação Tecnológica de São Paulo, em 6 de outubro de 1969, que posteriormente foi rebatizado como Centro Paula Souza, em homenagem ao professor.

Promover a educação pública profissional e tecnológica dentro de referenciais de excelência, visando o desenvolvimento tecnológico, econômico e social do Estado de São Paulo.

Consolidar-se como referência nacional na formação e capacitação profissional, bem como na gestão educacional, estimulando a produtividade e competitividade da economia paulista.

  • Valorização e desenvolvimento humano
  • Postura ética e comprometimento
  • Respeito a diversidade e a pluralidade
  • Compromisso com a gestão democrática e transparente
  • Cordialidade nas relações de trabalho
  • Responsabilidade e sustentabilidade
  • Criatividade e inovação
  • Atender às demandas sociais e do mercado de trabalho
  • Obter a satisfação dos públicos que se relacionam com o Centro Paula Souza (stakeholders)
  • Alcançar e manter o grau de excelência em seus processos de ensino e aprendizagem
  • Assegurar a perenidade do crescimento da instituição com recursos financeiros disponíveis
  • Celeridade e efetividade na prestação de serviços
  • Formar profissionais atualizados em tecnologias e processos produtivos, capazes de atuar no desenvolvimento tecnológico e inovação
  • Promover a cultura de inovação e empreendedorismo
  • Aumentar a eficiência, produtividade e competitividade da instituição
  • Ampliar a oferta da educação profissional
  • Aperfeiçoar continuamente os processos de planejamento, gestão e as atividades operacionais/administrativas
  • Estimular e consolidar parcerias (internas e externas), sinergias e a inovação tecnológica
  • Manter a adequada infraestrutura e atualizados os laboratórios e equipamentos didáticos-pedagógicos
  • Promover capacitações e atualizações dos servidores, para assegurar a qualidade e a eficiência da educação profissional
  • Garantir processos de avaliação institucional que viabilizem a métrica e identificação dos resultados do Centro Paula Souza
  • Implantar programas que busquem melhorias contínuas dos resultados da instituição
  • Identificar novas tecnologias e demandas para planejamento e implantação de novos cursos e iniciativas
  • Promover aplicação da tecnologia e estimular a criatividade para o desenvolvimento de competências humanas e organizacionais
  • Captar recursos financeiros externos para realizações de projetos estratégicos quando não disponíveis no orçamento da instituição

Administração

Diretora-Superintendente
Laura Laganá

Vice-Diretora-Superintendente
Emilena Lorenzon Bianco

Chefe de Gabinete da Superintendência
Armando Natal Maurício

Coordenadora da Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa
Helena Gemignani Peterossi

Coordenador do Ensino Superior de Graduação
Rafael Ferreira Alves

Coordenador do Ensino Médio e Técnico
Almério Melquíades de Araújo

Coordenadora de Formação Inicial e Educação Continuada
Marisa Souza

Coordenadora de Infraestrutura em exercício
Bruna Fernanda Ferreira

Coordenadora de Gestão Administrativa e Financeira
Magda de Oliveira Vieira

Coordenador de Recursos Humanos
Vicente Mellone Junior

Coordenadora da Assessoria de Inovação Tecnológica
Emilena Lorenzon Bianco

Coordenadora da Assessoria de Comunicação
Dirce Helena Salles

O Centro Paula Souza ostenta uma respeitável tradição na produção de material didático. Desde 1997, 40 títulos já foram produzidos e publicados pela instituição, entre livros e cadernos curriculares para o Ensino Médio e para a área técnica.

Por meio do projeto Incom e IncomTec (Informatização das Disciplinas da Base Nacional Comum e Técnicas), também foram desenvolvidos mais de 100 software educacionais – disponíveis para todas as unidades da instituição – com base nas necessidades pedagógicas dos professores, e contemplando o programa por eles definido.

Os cadernos curriculares, organizados pelos professores sob a orientação da Coordenadoria de Ensino Técnico (CETEC), têm conteúdo inédito no mercado editorial; o volume “Abrindo Caminhos: História, Comunicação e Arte” sugere atividades e debates a partir de roteiros de filmes; o livro “Ética, Cidadania e Trabalho” estimula a reflexão sobre situações e comportamentos sociais; o caderno sobre Cooperativismo, destinado a estudantes, trabalhadores e instituições ligadas ao sistema cooperativista, detalha as origens, os princípios e os conceitos das cooperativas-escolas.

Os estudantes dos cursos técnicos das áreas de serviços e industrial têm acesso a vários títulos de apoio para estudos, como “Procedimentos de Enfermagem”, “Tópicos em Química Experimental”, “Marketing do Turismo”, “Noções de Direito”, “Marketing Estratégico”, “Introdução à Economia”, “Gestão Empresarial”, “História da Arte”, entre outros.

Em 2000, o Centro Paula Souza lançou seus primeiros livros didáticos: “Tecnologia e Ambiente” e “Espaço e Turismo”, com enfoque especial em Geografia. Hoje a Instituição tem mais 9 títulos no formato livro: “Espaço e Técnica”, “Cálculos Financeiros”, “Química Orgânica”, “Inglês Instumental” – em 2 módulos, “Folclore Brasileiro”, “Contabilidade Intodutória”, “Administração de Recursos Humanos”, “Ética Cidadania e Trabalho”.

A CETEC oferece ainda cursos de capacitação à distância para docentes e funcionários – dez voltados para a área de web design e um sobre banco da dados relacional (Access/97).

O Centro Paula Souza está vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, órgão do governo estadual que tem por objetivo intensificar o desenvolvimento sustentável do Estado, estimular as vantagens competitivas das empresas e dos empreendedores paulistas, incorporar tecnologia aos produtos da região e fortalecer as condições para atração de investimentos no Estado.

Também são vinculados à Secretaria, a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe São Paulo), a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), além das faculdades e universidades estaduais: Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp).

O Centro Paula Souza está vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado de São Paulo, órgão do governo estadual que tem por objetivo intensificar o desenvolvimento sustentável do Estado, estimular as vantagens competitivas das empresas e dos empreendedores paulistas, incorporar tecnologia aos produtos da região e fortalecer as condições para atração de investimentos no Estado. Também são vinculados à Secretaria, a Agência Paulista de Promoção de Investimentos e Competitividade (Investe São Paulo), a Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapesp), o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), além das faculdades e universidades estaduais: Faculdade de Medicina de Marília (Famema), Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp).


Redes sociais

Governo do Estado de SP