skip to Main Content

Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos

O Programa de Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia em Sistemas Produtivos se diferencia pelas linhas de pesquisa que tem por finalidade oferecer ao aluno conhecimentos que o habilitem a procurar soluções para problemas práticos de base tecnológica e lhe permitam promover a pesquisa aplicada em sua área de atuação profissional, levando para o setor produtivo a cultura da pesquisa e da inovação tecnológica.

O programa visa formar profissionais, docentes e pesquisadores (Engenheiros, Tecnólogos, Administradores entre outros) com padrão de excelência teórico e prático em um ambiente de investigação e de desenvolvimento de projetos, para liderar o processo de inovação e a solução de problemas em suas organizações, promovendo melhorias na gestão e no desenvolvimento de tecnologias em sistemas produtivos, objetivando maior eficiência e eficácia.

O perfil que se espera do egresso titulado como Mestre é de um profissional com competências técnicas e gerenciais, posicionamento crítico, habilidades e atitudes para a promoção da eficiência coletiva no desenvolvimento, implantação e gestão de sistemas produtivos eficazes, a partir de métodos científicos, focalizando sua análise nas premissas da sustentabilidade.

 

Saiba mais sobre o curso

Área de Concentração: Inovação e Desenvolvimento Sustentável

Linhas de Pesquisa

 

Linha de Pesquisa 1 :Desenvolvimento Tecnológico em Sistemas Produtivos

Objetiva contribuir para a formação de profissionais capazes de desenvolver, adotar e difundir novas tecnologias, dentro dos sistemas produtivos, seja por meio de sua absorção, adaptação ou criação. Em virtude dessa dinâmica se propõe um itinerário formativo que possibilite ao aluno o acesso aos conhecimentos para a geração ou aperfeiçoamento de mecanismos de cunho tecnológico, que tragam incremento à produtividade e à qualidade dos processos de produção.

 

Esses mecanismos devem se constituir em meios para mobilizar e otimizar os recursos das organizações, criando capacidades, de forma a alavancar a agregação de valor à produção, maximizar a flexibilidade dos processos, reduzir custos e estabelecer melhores relações entre o sistema de produção e o meio ambiente, propondo soluções ambientalmente amigáveis, socialmente justas e economicamente viáveis.

 

Neste contexto, as pesquisas buscam melhorar as condições de trabalho por meio de estudos do ambiente ocupacional, das condições ergonômicas, do diagnóstico e monitoramento da qualidade ambiental do processo de produção e atendimento à legislação e normas técnicas vigentes, transformando-se em fatores de competitividade e incremento de geração de receitas para a empresa e favorecendo, sempre que possível, a economia circular.

 

Grupos de Pesquisa e Projetos dessa linha 
a) Desenvolvimento de Tecnologias, Materiais e Processos
b) Gestão Ambiental e Ocupacional para o Desenvolvimento Tecnológico

 

Linha de Pesquisa 2 : Gestão de Sistemas Produtivos

Pretende contribuir para a formação de profissionais capazes de atuar no cenário de internacionalização e globalização da economia, com graus crescentes de competitividade, mantendo a coerência com os aspectos da responsabilidade social e ambiental.

 

formação dos grandes blocos econômicos mundiais e a consolidação de novos conceitos e práticas na gestão dos sistemas produtivos, como Manufatura de Classe Mundial, Gestão da Qualidade Total e Produção Enxuta, tem levado a sociedade à compreensão de que a sobrevivência e o sucesso das empresas passam pelo seu estudo e domínio. É importante destacar que a introdução destes novos saberes na gestão dos sistemas produtivos, aliada aos constantes avanços tecnológicos, está permitindo altos níveis de integração, exigindo profissionais com ampla habilitação nas técnicas e princípios de gestão sistêmica.

 

Grupos de Pesquisa e Projetos dessa linha

a) Gestão de Operações e Logística – GOL
b) Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação – GETI
c) Gestão e Mudanças nas Organizações

O curso tem a duração de dois anos. Os três primeiros semestres destinam-se à conclusão dos créditos relativos às disciplinas, desenvolvimento do Projeto de Pesquisa e Exame de Qualificação. O quarto semestre destina-se à conclusão da pesquisa e defesa da Dissertação.

A carga horária total de cada disciplina é de 60 horas, distribuídas em 15 semanas.

O horário de funcionamento do Programa de Mestrado é de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. As disciplinas são oferecidas nesse período conforme grade horária divulgada semestralmente.

Disciplinas

O programa oferece ao todo 16 disciplinas sendo duas obrigatórias e três optativas, que deverão ser definidas em comum acordo com o orientador, de modo a melhor obter o embasamento teórico e/ou instrumental necessário ao respectivo projeto de pesquisa.
São oferecidas as seguintes disciplinas:

  • Inovação e Competitividade Sistêmica (Obrigatória)
  • Metodologia da Pesquisa e Desenvolvimento de Projetos (Obrigatória)
  • Análise e Modelagem de Processos Organizacionais
  • Gestão da Cadeia de Suprimentos e Logística
  • Gestão da Tecnologia da Informação
  • Gestão Econômica de Sistemas Produtivos
  • Modelagem Físico-Matemática de Sistemas Tecnológicos
  • Monitoramento Ambiental no Setor Produtivo
  • Otimização de Sistemas Produtivos
  • Processos em Desenvolvimento de Software
  • Relações Humanas no Processo Produtivo
  • Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional
  • Sistemas da Qualidade
  • Tecnologia e Desenvolvimento Sustentável
  • Tecnologia, Trabalho e Formação
  • Tecnologias para Processos de Produção

Coordenação

Profª Drª. Helena Gemignani Peterossi, doutora em Educação (Unicamp), mestre em Filosofia da Educação (PUC-SP), pós-graduada em História e Filosofia da Educação (USP) e especialista em Formação Profissional (IRES-Itália).

Coordenadora da Unidade de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa do Centro Paula Souza. Foi diretora da Faculdade de Tecnologia de São Paulo por dois mandatos consecutivos. Coordenou o ensino superior tecnológico do Centro Paula Souza. Participou da implantação de novas faculdades e cursos de tecnologia. Foi vice-presidente do Conselho de Curadores da Fundação de Apoio à Tecnologia e membro do Conselho Deliberativo do Instituto Tecnológico Brasil-Alemanha.

Autora de livros na área de ensino, em especial o tecnológico.

Corpo Docente

Professor e Título

Instituição da titulação

Atuação

Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi
Doutor em Engenharia Mecânica

UNICAMP

Modelagem e Otimização de Processos; Simulação; Análise e Solução de Problemas Complexos; Inovação e Estratégias Competitivas.
Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/9850092974051379
Prof. Dr. Carlos Hideo Arima
Doutor em Ciências Contábeis

USP

Controle Interno; Auditoria de Sistemas, Segurança da Informação; Gestão de Projetos.
Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/1596192295679999
Profa. Dra. Celi Langhi
Doutora em Psicologia

USP

Fatores Organizacionais e Educação Corporativa
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/7102231185159382
Prof. Dr. Eduardo Acedo Barbosa 
Doutor em Física Nuclear

USP

Desenvolvimento Tecnológico nas áreas de Eletro- Eletrônica; Metal-Mecânica e Novos Materiais.
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1076080452536166
Profa. Dra. Eliane Antonio Simões
Doutora em Engenharia Civil

USP

Gestão de Projetos; Gestão da Qualidade; Estratégia e Competitividade Organizacional; Educação Corporativa.
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/3812487069620147
Profa. Dra. Elisabeth Pelosi Teixeira 
Doutora em Microbiologia

USP

Avaliação da Qualidade Ambiental e Ocupacional em Organizações e Monitoramento Ambiental.
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/0036066599288651
Prof. Dr. Fabricio Jose Piacente 
Doutor em Economia

UNICAMP

Gestão Econômica de Empresas; Economia Industrial, Agroindustrial e da Inovação.
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/1689603103624357
Prof. Dr. Francisco Tadeu Degasperi
Doutor em Eletrônica, Microeletrônica e Optoeletrônica

UNICAMP

Desenvolvimento e Aprimoramento de Processos Produtivos com a Utilização do Vácuo; Metrologia de Vácuo na Produção; Metodologia e Medição de Vazão de Gases e de Pressão para Processos Industriais; Projetos de Caracterização de Sistemas de Vácuo para a Produção em Geral.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/3881165224450067
Prof. Dr. Getulio Kazue Akabane
Doutor em Administração da Produção

FGV/SP

Gestão da Cadeia de Suprimentos e Logística Global e Planejamento Estratégico da Tecnologia no Ambiente da Mobilidade.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/9871502614355970
Profa. Dra. Helena Gemignani Peterossi
Doutora em Educação

UNICAMP

Políticas e Práticas da Formação Profissional; Formação e Desenvolvimento de Recursos Humanos; Educação Corporativa.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/2082414764823795
Prof. Dr. Humber Furlan 
Doutor em Engenharia Elétrica

USP

Desenvolvimento Tecnológico nas áreas Eletro-Eletrônica, Metal-Mecânica e Novos Materiais.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/8446327719657467
Prof. Dr. José Manoel Souza das Neves 
Doutor em Ciências

UNESP

Mapeamento e modelagem de processos organizacionais; Gestão e aplicação estratégica da qualidade; Fatores organizacionais e dimensões competitivas.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/2799512626719149
Profa. Dra. Luciana Reyes Pires Kassab
Doutora em Física Nuclear

USP

Desenvolvimento Tecnológico nas áreas  Eletro-Eletrônica, Metal-Mecânica e Novos Materiais.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/6638697951841821
Profa. Dra. Maria Lúcia Pereira da Silva
Doutora em Físico-Química

USP

Gestão e Tecnologias Ambientais, com Ênfase no Uso da Ecologia Industrial.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/6130284183442792
Prof. Dr. Marcelo Duduchi Feitosa
Doutor em Psicologia

USP

Fatores Humanos em Sistemas Computacionais; Desenvolvimento e Avaliação de Interfaces e Sistemas Computacionais; Construção de Recursos Computacionais para Avaliação e Ensino de Pessoas com Deficiência.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/7269686606912444
Prof. Dr. Marcelo Tsuguio Okano
Doutor em Engenharia da Produção

 UNIP

Arquitetura de Sistemas de Computação; gerenciamento de projetos; Sistemas Gerenciais; qualidade, metodologia, administração da produção, Inovação e Empreendedorismo e Negócios sociais.
Currículo Lattes:
http://lattes.cnpq.br/2884802638051403
Profa. Dra. Marilia Macorin de Azevedo
Doutora em Engenharia de Produção

USP

Gestão da Tecnologia da Informação; Sistemas Lean; Sistemas da Qualidade.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/2827141197766423
Prof. Dr. Napoleão Verardi Galegale
Doutor em Controladoria e Contabilidade

USP

Governança da Tecnologia da Informação; Inovação e Transformação Digital de Negócios (e-Business, e-Gov, B2B, B2C, B2G, C2C, B2E); Sistemas ERP/SCM/CRM/MES/BI; TI e Sustentabilidade (TI Verde); Sistemas de Apoio à Decisão; Governança de Dados e Big Data; Auditoria e Segurança de Sistemas.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/8463651002688096
Prof. Dr. Roberto Kanaane
Doutor em Ciências

USP

Aspectos Humanos da Gestão da Produção; Formação e Desenvolvimento de Recursos Humanos; Gestão do Conhecimento e Educação Corporativa.
Currículo Lattes: 

http://lattes.cnpq.br/8168398451169766
Profa. Dra. Silvia Pierre Irazusta
Doutora em Patologia

UNICAMP

Avaliação da Qualidade Ambiental e Ocupacional em Organizações e Monitoramento Ambiental.
Currículo Lattes: 
http://lattes.cnpq.br/5254817905474195

Projetos de Pesquisa

Linha de Pesquisa 1 :Desenvolvimento Tecnológico em Sistemas Produtivos

 Grupo: Desenvolvimento de Tecnologias, Materiais e Processos

Tendo como objetivo a avaliação, a melhoria e a concepção de tecnologias, materiais e processos para sistemas produtivos, os professores e alunos do Programa de Mestrado desenvolvem investigações científicas, para criar, adaptar e difundir técnicas e tecnologias para sistemas produtivos. Nas várias abordagens metodológicas, consideram-se as especificidades e as potencialidades para a inovação, essa entendida como a introdução ou aperfeiçoamento de tecnologias nos ambientes produtivos que resultem em novos produtos, processos ou serviços.

Incrementos na performance operativa dos sistemas produtivos são objeto de pesquisa em todos os estudos elencados, buscando-se eficiência, eficácia e sustentabilidade econômica e socioambiental.
Os objetos de pesquisa se concentram em várias áreas de fomento à produtividade. Para as áreas destinadas ao desenvolvimento de dispositivos utilizando tecnologias de ponta tem-se: desenvolvimento, simulação, confecção de elementos de sensoriamento utilizando fenômenos Piezoresistivos e Piezoelétricos em novos materiais, encapsulamento para microssensores, transdutores e atuadores N/MEMS (Nano/Micro Electromechanical Sistems), Estudos, Ensaios, Simulações FEM em dispositivos piezoelétricos ou piezoresistivos utilizando DLC (Diamond Like Carbon), SiC (Silicon Carbide) ou outros novos matérias em desenvolvimento.

Voltando-se para a área de Engenharia Elétrica, são feitos estudos de transientes, harmônicos e distribuição de potencias de cargas elétricas em baixas tensões, fontes alternativas de geração de energia elétrica (fotovoltaica).

Na área da tecnologia do vácuo, são realizados estudos e pesquisa para aprimorar os processos industriais que utilizam vácuo. São também estudados métodos de detecção de vazamentos usados em processos industriais.

Na área da Mecânica, estão disponíveis estudos do comportamento térmico em usinagens de materiais diversos, incluindo ligas utilizadas em Bioengenharia.

Na área de Materiais são disponibilizadas tecnologias para desenvolvimento de novos materiais vítreos nanoestruturados com aplicações em displays, guias de onda, cobertura para células solares.

Professores: Prof. Dr. Eduardo Acedo Barbosa, Prof. Dr. Francisco Tadeu Degasperi, Prof. Dr. Humber Furlan, Profa. Dra. Luciana Reyes Pires Kassab.

 

Projetos de Pesquisa:

  • Processos de produção e caracterização de materiais compósitos para aplicações em sistemas tecnológicos.

Temas:

  • Produção e caracterização de compósitos metal dielétrico à base de GeO2 e TeO2 para fabricação de dispositivos fotônicos (guias de onda e displays);
  • Desenvolvimento de tecnologia para nucleação de nanopartículas metálicas em amostras vítreas (bulks e filmes finos);
  • Utilização de compósitos metal dielétrico com íons de terras raras para otimização da eficiência células solares.
  •  Estudo de características piezolétricas de compósitos para aplicações em processos produtivos

Professor: Profa. Dra. Luciana Reyes Pires Kassab

Na área de engenharia elétrica: estudo de harmônico em redes de distribuição elétrica e fatores de correção. na área de materiais piezoelétricos: estudo da viabilidade piezoelétrica em diferentes compósitos minerais e possíveis aplicações em processos produtivos.

Temas:Análise e estudo de redes elétricas em baixa potências para possíveis correções utilizando microcontroladores.

  • Estudo da viabilidade de aplicações de materiais piezoelétricos.

Professor: Prof. Dr. Humber Furlan

  • Técnicas de metrologia óptica para a automação industrial e para a caracterização de materiais e dispositivos.

Temas: Lasers de estado sólido; estudos de técnicas de lasers de diodo sintonizáveis;

  • Registro holográfico em cristais fotorrefrativos; estudo de técnicas de perfilometria por holografia com cristais fotorrefrativos iluminados por lasers de diodo multímodo; microscopia por hologramas de reflexão em cristais fotorrefrativos;
  • Estudo de meios de registro holográfico visando aplicações em interferometria e metrologia óptica;
  • Interferometria de padrão de speckle digital (DSPI) com lasers sintonizáveis e técnicas de refratometria; utilização de DSPI para a análise de lentes esféricas e progressivas; desenvolvimento de técnicas de medida de pressão por DSPI;
  • Estudo e desenvolvimento de técnicas de medidas de índice de refração de líquidos por redes de difração submersas e por velocimetria doppler.

Professor: Prof. Dr. Eduardo Acedo Barbosa

  • Tecnologia do vácuo e fenômenos de transporte. tem realizado trabalhos tanto acadêmicos como industriais.

Temas:Metrologia em vácuo – pressão, vazão, velocidade de bombeamento, condutância e transporte de gases em baixa pressão;

  • Modelagem físico-matemática de sistemas tecnológicos dentro dos fenômenos de transporte. Em particular, desenvolvimento e implementação de simulador para análise e modelagem de sistemas de vácuo de uso geral;
  • Desenvolvimento, construção e caracterização de arranjos experimentais de sistemas de vácuo em geral;
  • Pesquisa em processos de liofilização em alimentos;
  • Modelagem e construção de arranjos experimentais para estudo e pesquisa para o tratamento de esgoto em pequenas comunidades;
  • Modelagem e construção de arranjos experimentais para sistemas de monitoramento de ar atmosférico;
  • Modelagem e experimentos em dessalinização de águas salobras e salinas, na área de liofilização e coletores de ar para estudos ambientais.

Professor: Prof. Dr. Francisco Tadeu Degasperi

 

Grupo: Gestão Ambiental e Ocupacional para o Desenvolvimento Tecnológico

O sistema produtivo é caracterizado por inúmeras interfaces, que permeiam a introdução de materiais – naturais ou manufaturados, consumo de energia, recursos hídricos, recursos humanos e a transformação dos materiais em produtos comercializáveis, visando atender as demandas da sociedade.

As interações que ocorrem durante o processo de produção podem afetar a qualidade do ambiente interno e este impactar a saúde dos colaboradores. A ciência ocupacional deve avaliar os impactos negativos que afetam a saúde dos colaboradores expostos a riscos de variada natureza. Os resíduos gerados no sistema produtivo podem atingir negativamente o meio ambiente ou se transformar em matéria prima para outros sistemas de produção. O consumo de energia e recursos hídricos pode se dar de maneira sustentável ou agressiva ao meio ambiente.

O grupo de pesquisa busca avaliar, por meios de ferramentas diagnósticas e de monitoramento, a qualidade do ambiente interno das organizações, seja do ponto de vista da qualidade do ar, da água, da geração de resíduos, da ergonomia dos postos de trabalho, da sustentabilidade dos processos de produção, visando os princípios da economia verde, além de tecnologias de inovação (por fechamento de ciclo e outros) e tecnologias de prevenção (produção limpa, remediação, monitoramento e outros). Além disso, desenvolve estudos aplicados ao sistema produtivo da Saúde, permeando a gestão ambiental, ocupacional e a avaliação das tecnologias médicas em fase de utilização durante seu ciclo de vida.

Professores: Profa. Dra. Elisabeth Pelosi Teixeira, Profa. Dra. Silvia Pierre Irazusta, Prof. Dr. Francisco Tadeu Degasperi, Profa. Dra. Maria Lúcia Pereira da Silva.

Projetos de Pesquisa

  • Diagnóstico e monitoramento ambiental e ocupacional

Os processos produtivos, independentemente de sua natureza, demandam análise detalhada dos aspectos e impactos ambientais de seu sistema de produção e os seus reflexos na saúde ocupacional, além de avaliações sobre o meio ambiente onde se insere. Este projeto se dedica ao diagnóstico ambiental e ocupacional dos sistemas produtivos, utilizando ferramentas que identifiquem as características dos processos e seus impactos e, a partir desta análise, propõe condições seguras de trabalho, atendendo princípios de responsabilidade social, além de ambientalmente amigáveis em cumprimento à legislação vigente. As pesquisas buscam apontar soluções economicamente viáveis para o monitoramento da qualidade do ar e da água no ambiente produtivo, desenvolver estudos de destinação adequada de resíduos ou coprodutos, além de buscar evidências para utilização segura de novos materiais, com ênfase em nanopartículas e compostos tóxicos emergentes.

As principais ferramentas laboratoriais utilizadas para as pesquisas são: i) as análises microbiológicas do ar e da água (pesquisa de bactérias, fungos e alguns protozoários); ii) as análises ecotoxicológicas com a utilização de biomonitoramento que evidencie situações de toxicidade, genotoxicidade ou mutagenicidade; iii) as análises físico-químicas para água (de uso, reuso, chuva, etc.) ou efluentes.

São desenvolvidos protótipos de uso investigativo em gestão ocupacional (recuperação de carvão ativado de respiradores, coletor de gases) e ambiental (tratamento compacto de efluentes industriais ou domésticos, coletor de água de chuva, etc.), com apoio de tecnologia do vácuo em diferentes modelos experimentais.

Finalmente, pesquisas são realizadas na área da gestão ambiental e ocupacional, voltadas principalmente para a gestão de resíduos sólidos, com especial destaque para os resíduos de serviços de saúde, envolvendo o monitoramento dos processos dentro do sistema da saúde, com desenvolvimento de refinados indicadores, além de avaliar impactos e custos nos processos externos ao sistema de saúde, que envolve transporte, tratamento e destinação final de resíduos.

Em resumo, esta linha de atuação busca desenvolver estudos ecotoxicológicos, microbiológicos, ecológicos e tecnológicos visando propor soluções de curto, médio ou longo prazo sobre os modelos de desenvolvimento, políticas públicas, percepção do cidadão sobre os riscos, e da organização para seu enfrentamento, voltados e aplicados para os diversos setores produtivos.

Temas: Monitoramento da qualidade ambiental nas organizações: modelos de gestão em saneamento, protótipos modelados para tratamento de efluentes industriais e domésticos; monitoramento microbiológico da qualidade da água (água de uso, de reuso, de chuva, etc.); monitoramento ecotoxicológico da qualidade da água (água de uso, reuso, de chuva, etc.);
Avaliação do ambiente ocupacional e ergonômico nas organizações: reciclagem de carvão ativado em protetores respiratórios; ergonomia em serviços de saúde; proteção radiológica;
Gestão ambiental no sistema produtiva da saúde: redução e otimização do consumo água, planejamento da gestão de resíduos, desenvolvimento de indicadores para desempenho ambiental das organizações de saúde (hospitais, clínicas médicas, clínicas de diagnóstico por imagem, laboratórios clínicos, etc.); avaliação da segurança ocupacional; educação ambiental; reciclagem e aproveitamento de materiais (papelão, frascos de soluções parenterais de grande volume); gerenciamento de resíduos químicos.

Gestão de tecnologias em fase de utilização durante seu ciclo de vida: são objetos de análise os sistemas de aquisição, manutenção, treinamento, usabilidade, suportabilidade e obsolescência de equipamentos do sistema produtivo da saúde, em organizações públicas ou privadas.

Tecnologia, Ecologia Industrial e Desenvolvimento Sustentável: as áreas de estudo envolvem desenvolvimento e avaliação de tecnologias limpas (P+L); desenvolvimento de tecnologias ambientais; comunicação e rotulagem ambiental; engenharia e química verde; indicadores ambientais e ferramentas de avaliação; consumo sustentável e responsabilidade social; redução ou aproveitamento de coprodutos, subprodutos e resíduos ou rejeitos em processos industriais; avaliação de impacto ambiental e análise de ciclo de vida; ecologia industrial e economia circular aplicada ao setor secundário e, em especial, à área de eletroeletrônicos.

Professores envolvidos: Profa. Dra. Elisabeth Pelosi Teixeira, Profa. Dra. Silvia Pierre Irazusta, Prof. Dr. Francisco Tadeu Degasperi, Profa. Dra. Maria Lúcia Pereira da Silva, Prof. Dr. Fabrício José Piacente.

 

Linha de Pesquisa 2 : Gestão de Sistemas Produtivos

Grupo: Gestão de Operações e Logística – GOL

O Grupo de Pesquisa de Gestão de Operações e Logística objetiva a promoção de investigação científica de métodos e técnicas para a Gestão de Sistemas Produtivos de elevado desempenho. Para cumprir tais finalidades, os Sistemas Produtivos são considerados em seu sentido mais abrangente; envolvendo a busca de oportunidades de otimização, com a aplicação de métodos científicos pertinentes. São objetos de análise dos sistemas produtivos, tanto a manufatura, a logística e os serviços; bem como as transformações organizacionais, as modernas relações estruturantes, as inovações de processos e as inovações na gestão.  Para a contemplação da multiplicidade de variáveis e sujeitos são utilizados diversos métodos científicos, onde se destacam o Design Science, o Desenvolvimento de Protótipos, a Simulação, as Técnicas Multivariáveis e Multiobjetivos; com diferentes abordagens. O Grupo de Pesquisa se operacionaliza por meio de projetos específicos dos diversos professores, e com a inclusão dos discentes do Programa de Mestrado Profissional em Gestão e Tecnologia de Sistemas Produtivos. Os estudos associados a esse Grupo de Pesquisa são revistos e atualizados periodicamente.

Professores: Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi, Profa. Dra. Eliane Antonio Simões, Prof. Dr. Fabrício Piacente, Prof. Dr. Getúlio Akabane, Prof. Dr. Marcelo Okano,

 

Projetos de Pesquisa:

  • Inovação logística no ambiente da manufatura virtual

As cadeias Logísticas atuais geralmente são globalizadas e envolvem organizações que fornecem, produzem, comercializam, distribuem e prestam serviços logísticos em todo o mundo. Neste contexto, requer das organizações a necessidade do reposicionamento fundamental no modelo de negócios em que o sistema de produção e a operação logística dependem da gestão da informação alicerçadas em novas tecnologias, que podem contribuir para a sustentabilidade no ambiente em permanente mudança. A pesquisa não visa desenvolver um conjunto de tipos ideais, mas sugerir como as tipologias podem ajudar educadores, pesquisadores e gestores interessados em operações logísticas, seus conceitos de gestão, modelos e aplicações.

Isso significa que as empresas inovadoras devem se destacar não apenas no desenvolvimento de produtos ou tecnologias, mas também para descobrir modelo de negócios apropriados para a inovação.

Objetivos: A pesquisa pretende discutir a natureza da logística e a sua evolução com base na inovação tecnológica no ambiente da indústria 4.0 e procura relacionar com a transição dos modelos logísticos do futuro.

Temas: Logística global e gestão da cadeia de suprimentos

  • A Inovação da Logística no ambiente da Indústria 4.0
  • Manufatura virtual e o pensamento enxuto

Professores envolvidos: Prof. Dr. Getúlio Akabane; Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi.

  • Gestão da inovação em sistemas produtivos

A contínua e rápida expansão da ciência e tecnologia tem conduzido as organizações a mudança de paradigmas perante a necessidade cada vez maior de inovar. Para se adaptar e aumentar a competividade deve-se aprender continuamente a se fazer uso das novas tecnologias e a se aproximar de seus atuais e potenciais clientes, seja para mudar seus modelos de negócios ou para melhorar seus processos e produtos. Esse projeto de pesquisa busca a formação de pesquisadores para diagnosticar e explorar as potencialidades e capacidades das organizações na geração e gestão da inovação.

Objetivos:
Estudar modelos de negócios apropriados à geração de inovação nas organizações;
Desenvolver modelos e ferramentas para a geração e gestão da inovação em sistemas produtivos;
Analisar os processos de negócios em uma cadeia de suprimentos, objetivando avaliar sua performance quanto à geração de conhecimento e tecnologia no aumento da competitividade das organizações dessa cadeia;
Levantar informações sobre o estágio de desenvolvimento tecnológico de setores econômicos e empresas individualizadas para desenvolver indicadores ligados à inovação.

Temas: Planejamento orientado à inovação – Profa. Dra. Eliane Antonio Simões e Prof. Dr. Marcelo

  • Gestão de Portfólio de Projetos –  Profa. Dra. Eliane Antonio Simões
  • Desenvolvimento de uma plataforma de Crowdsoursing para geração de inovação. Profa. Dra. Eliane Simões; Prof. Dr. Antonio César Galhardi; Prof. Dr. Marcelo Okano
  • Estratégia Omni-Channel para o Varejo – Profa. Dra. Eliane Simões
  • Como as empresas sociais estão desenvolvendo a logística reversa sob as lentes teóricas de criação de valor econômico e social – Prof. Dr. Marcelo Okano
  • Aplicação de métodos estatísticos para gestão estratégica em sistemas produtivos de saúde Prof. Dr. Marcelo Okano.
  • Prospecção tecnológica (tecnology foresight) e modelos grafo bibliométricos para detectar frentes emergentes de PDI – Prof. Dr. Fabrício Piacente
  • Tecnologia e gestão da inovação na cadeia de produção agroindustrial -– Prof. Dr. Fabrício Piacente
  • Inovação, Tecnologia e Sustentabilidade – Prof. Dr. Getúlio Akabane
  • Inteligência computacional na gestão de operações e logística

Nas últimas décadas, a gestão de operações e logística tornaram-se um dos campos mais intensamente discutidos em Administração, e Economia e na Engenharia de Produção. Apesar desses desenvolvimentos promissores, ainda existem obstáculos para trazer à tona visões avançadas de melhoria do planejamento e da cooperação ao longo dos processos produtivos. Muitos desses problemas podem ser caracterizados como um problema NP-hard, o que significa que o número de soluções possíveis e aumenta exponencialmente com o tamanho do problema e que não existem algoritmos que possam resolvê-los dentro de limites de tempo aceitáveis. Infelizmente, a maioria dos problemas do mundo real pode ser considerada bastante grande.

Objetivos: A pesquisa concentra-se em abordagens da área de inteligência computacional e outras metaheurísticas para resolver os complexos problemas operacionais e estratégicos nessas áreas.

Temas: Computação móvel e ubíqua; Conectividade e Mobilidade; Internet das Coisas; Portais de Dados Abertos; Cidadania Participativa; Virtualização do Trabalho e da Manufatura; Simulação Social Baseada em Agentes; Simulação de Eventos Discretos; Simulação Numérica; Simulação Computacional; Simuladores de Tráfego (rodoviário e aeroviário); Análise e Gestão de Risco de Catástrofes; Logística Humanitária (evacuação, distribuição medicamentos e de gêneros de primeira necessidade, reconstrução); Análise de Problemas Complexos; Inovação na SCM automobilística; Biomimética (reprodução em sistemas sintéticos os fenômenos similares aos encontrados nos sistemas biológicos).

Professores envolvidos: Prof. Dr. Antonio Cesar Galhardi; Prof. Dr.Getulio Kazue Akabane; Prof. Dr.Fabricio Piacente

  • Novos ecossistemas tecnológicos em sistemas produtivos: uma revisão e agenda de pesquisa para plataformas de negócios digitais (digital business platform)

Descrição: As empresas estão adaptando-se as novas tecnologias e tornando-se digitalizadas e organizadas em uma nova forma de organizações digitais do futuro, de acordo com CHEW (2015), denominada de DOOTF (iniciais das palavras em inglês, digital organizations of the future). A transformação digital está mudando profundamente as formas em que o valor é criado e como o valor é capturado. Novas empresas com modelos de negócios novos e inovadores nascem. As empresas existentes precisam repensar seus modelos de negócios quando se transformam na era digital (ITÄLÄ, 2015).

Já a transformação digital de negócios (digitalização de negócios) refere-se à incorporação de tecnologias avançadas como a nuvem, sistemas móveis, Internet de Coisas (IOT), bigdata e inteligência artificial (AI) em produtos, serviços e modelos de negócios. Isso pode melhorar a competitividade do produto, reforçar as relações com os clientes ou melhorar a eficiência do negócio em uma escala diferente das formas convencionais de melhoria (YOSHIDA, 2017). Na literatura de modelos de negócios, um modelo emergente é a plataforma de negócios (ou business platform, em inglês), considerando que os modelos de negócios de um lado têm um ou vários segmentos de clientes, que são distintos um do outro, o modelo de negócios com plataforma tem dois ou vários segmentos de clientes, que interagem uns com os outros usando a plataforma de negócios (ITÄLÄ, 2015). Podemos destacar como exemplos deste tipo de modelo de negócios o Facebook e a Google. Outro tipo de modelo é denominado ecossistema, que compara as redes comerciais emergentes com os ecossistemas biológicos.

Objetivos: 1. Fundamentar e delinear teoricamente os novos ecossistemas tecnológicos em sistemas produtivos por meio das plataformas de negócios digitais (digital business platform). 2. Pesquisar diversos modelos de negócios (business model) para desenvolver indicadores para avaliar os ecossistemas e plataformas de negócios digitais (digital business platform). 3. Sistematizar os tipos de resultados levantados, comparando expectativas, êxitos e refletindo sobre os aprendizados que as práticas trazem à tona através da aplicação dos indicadores em um sistema produtivo como a indústria de manufatura. 4. Desenvolver de artigos científicos, livros, capítulos de livros para divulgação dos resultados.

Integrantes: Prof. Dr. Marcelo Tsuguio Okano, Profa.Dra. Eliane Antonio Simões.

 

Grupo: Gestão Estratégica da Tecnologia da Informação – GETI

As constantes inovações da Tecnologia da Informação (TI) criam novas necessidades de pesquisa científica e tecnológica, visando gerar conhecimento para atender as demandas do uso do potencial da TI na promoção da inovação, da eficiência e da eficácia de forma sustentável pelos processos produtivos das organizações, tanto da utilização da TI para apoiar os processos de negócio, como da estruturação da TI como um processo que deve ser monitorado por meio de indicadores de desempenho. O GETI atua nos eixos de estratégia e implementação da tecnologia da informação.

Professores: Prof. Dr. Carlos Hideo Arima, Prof. Dr. Getúlio Kazue Akabane, Prof. Dr. Marcelo Duduchi Feitosa, Prof. Dr. Marcelo Tsuguio Okano, Profa. Dra. Marília Macorin Azevedo, Prof. Dr. Napoleão Verardi Galegale (Coordenador).

Projeto de Pesquisa:

  • Estratégia e implementação da tecnologia da informação
  • Objetivo: Este projeto de pesquisa tem por objetivo entender a realidade do mercado, bem como das organizações, quanto à utilização da TI e confrontá-la com tecnologias avançadas, melhores práticas do mercado e estruturas de governança de TI, por meio de pesquisas e estudos em organizações brasileiras e internacionais, visando produzir conhecimento e soluções inovadoras, com a geração e verificação de hipóteses sobre os temas estudados. Trata-se de um projeto contínuo, envolvendo pesquisas orientadas por professores do Programa a respeito dos temas. As pesquisas envolvem alunos tanto de pós-graduação (mestrado profissional) como de graduação (iniciação científica e trabalhos de conclusão de curso), desenvolvidas dentro do Programa ou de forma cooperada com outros Programas de outras instituições. Os temas e questões de pesquisa são revistos e atualizados periodicamente. Atualmente são pesquisados os seguintesTemas:Transformação digital de negócios e inovação de processos de produção e de serviços (e-Business, e-Gov, B2B, B2C, B2G);
  • Governança da TI, planejamento estratégico, gestão de projetos e utilização dos principais frameworks (COBIT, ITIL, PMBOK, etc.);
  • Gestão de investimentos em TI;
  • Sistemas de informação para processos de  produção e de serviços (ERP – Enterprise Resource Planning, SCM – Supply Chain Management, CRM – Customer Relationship Management, BI – Business Intelligence e MES – Manufacturing Execution System);
  • Gestão da segurança da informação, auditoria de sistemas de informação e auditoria contínua;
  • Gestão de equipes de TI distribuídas no tempo e no espaço, produtividade e teletrabalho;
  • Processos de desenvolvimento de software e avaliação de modelos de referência;
  • Sistemas de apoio à decisão (sistemas especialistas, redes neurais, conjuntos difusos, redes heurísticas, multicritérios);
  • Governança de dados (gestão de dados como ativo chave, Big Data);
  • TI Verde: impactos dos recursos tecnológicos no meio ambiente e soluções para sustentabilidade, consumo de energia, descarte de equipamentos, etc;
  • Gestão estratégica das tecnologias cognitivas;
  • Gestão estratégica das tecnologias de mobilidade;
  • Gestão de infraestrutura de TIC para sistemas produtivos; e
  • Interação humano-computador (usabilidade, comunicabilidade e acessibilidade em sistemas);

 

Grupo: Gestão e Mudanças nas Organizações

Desenvolve pesquisas e estudos em várias dimensões, no contexto das organizações, de maneira a sistematizar de forma evolutiva a integração da gestão de recursos humanos, do comportamento organizacional, do marketing, das finanças corporativas e da qualidade, com sistemas produtivos, fornecendo subsídios para implementar mudanças. Busca ainda estudar estratégias e políticas de aplicação de recursos e implementação da qualidade de produtos e serviços, levando em conta os aspectos econômicos, financeiros e humanos de maneira a possibilitar o alcance de resultados tanto do ponto de vista qualitativo quanto quantitativo, em busca da competitividade.

Objetivo
Construir competências com vistas a implementação de estratégias e práticas de gestão dos processos organizacionais nos sistemas produtivos, voltadas ao desenvolvimento do conhecimento, da melhoria sistêmica e da disposição para implementar mudanças organizacionais nos seus respectivos níveis. Busca ainda fomentar as relações das pessoas com as organizações, desenvolvendo, de forma local e regional, capacidades inovadoras, empreendedoras e competitivas nos mercados de atuação da organização.

Professores: Profa. Dra. Celi Langhi, Profa. Dra. Helena Gemignani Peterossi, Prof. Dr. José Manoel Souza das Neves, Profa. Dra. Marilia Macorin Azevedo; Prof. Dr. Marcelo Tsuguio Okano, Prof. Dr. Roberto Kanaane;

Projetos de Pesquisa:Gestão e aplicação de sistemas da qualidade

Dentre as dimensões competitivas, a qualidade é a que tem tido grande preocupação das empresas. A necessidade de manter a empresa mais competitiva e consequentemente bem posicionada no mercado, tanto frente a concorrência quanto atendendo as exigências dos consumidores, faz com que haja uma constante busca por melhorias. Além da implantação de sistemas da qualidade, há ainda a preocupação com sua aplicação e seus métodos de gestão de forma estratégica.

Objetivo
Analisar as aplicações e métodos de gestão estratégica da qualidade nos sistemas produtivos buscando melhorar as dimensões competitivas das organizações.

Temas

  • Qualidade em Sistemas Produtivos
  • Gestão em Sistemas da Qualidade (TQM, Lean Six Sigma, ISO 9000:2015)
  • Implantação de modelos de excelência
  • Sistemas da Qualidade e Competitividade

Professores: Prof. Dr. José Manoel Souza das Neves, Profa. Dra. Marilia Macorin Azevedo; Prof. Dr. Marcelo Tsuguio Okano

  • Gestão estratégica de recursos humanos

Na medida em que as empresas crescem e se desenvolvem, suas necessidades de recursos humanos se modificam e, em busca de processos eficientes, é necessário que os colaboradores também se desenvolvam e cresçam junto com a organização. Assim, os componentes internos dos programas de gestão de recursos humanos, os sistemas, os fatores de gestão e as práticas, precisam ser eficientemente organizados para que forneçam suporte uns aos outros.

Objetivo: Analisar como se processam as relações entre as estratégias da área de Recursos Humanos com as estratégias de Sistemas Produtivos, bem como promover a investigação: de métodos e técnicas para a capacitação, desenvolvimento e gestão de recursos humanos; de fatores organizacionais que melhor apoiam as estratégias dos sistemas produtivos; dos mecanismos de desenvolvimento de competências gerenciais e comportamentais.

Temas: Integração das estratégias de recursos humanos com as estratégias de sistemas produtivos.

  • Subsistemas de gestão de recursos humanos: recrutamento e seleção, manutenção, treinamento e desenvolvimento, e avaliação de desempenho.
  • Gestão e formação de equipes de trabalho.
  • Comportamento Organizacional: Cultura e clima.
  • Liderança e relações intergerenciais.
  • Responsabilidade social nas organizações.
  • Gestão do conhecimento e aprendizagem organizacional.
  • Desenvolvimento de competências técnicas, gerenciais e comportamentais.
  • Ética e o comportamento humano nos sistemas produtivos.
  • Professores
    Profa. Dra. Celi Langhi, Prof. Dr. Roberto Kanaane; Prof. Dr. Jose Manoel Souza das Neves; Profa. Dra. Helena Gemignani Peterossi

24 meses

Recomendado pela CAPES na 138º CTC/ES e reconhecido pela Portaria MEC nº 271/2013 de 10/4/2013).

Telefone: (11) 3327-3109 / 3104
E-mail: mestrado@cps.sp.gov.br
Endereço: R. dos Bandeirantes, 169 – Bom Retiro – São Paulo/ SP. CEP: 01124-010 – próximo à estação Tiradentes do Metrô

Notícias

Etecs divulgam lista com os locais de exame do Vestibulinho
Alunos de Etec criam aplicativo para entrega de comida para cães
Fatecs divulgam gabarito da prova do Vestibular
Exame do Vestibular das Fatecs será neste domingo, às 13 horas
Etec Tiquatira promove desfile de moda ao lado da Pinacoteca

Siga o CPS

CPS – Administração Central

Rua dos Andradas, 140 - Santa Ifigênia
CEP 01208-000 – São Paulo – SP

+55 11 3324-3326

Centro Paula Souza. Desenvolvido por AssCom/WEB. Todos os direitos reservados

Back To Top