Retenção de ovos Helmintos: Verificação da Eficiência por meio de Filtração a Vácuo

Autor: Ana Paula Pereira da Silveira
Ano de Publicação: 2012
Curso: Gestão, Desenvolvimento e Formação
Tipo de Produção: Dissertação
Linha de Pesquisa: Tecnologias Ambientais

Resumo

O reuso planejado de águas residuárias para fins não potáveis vem sendo cada vez mais utilizado como medida para minimizar a retirada de água bruta do ambiente, diminuindo assim o consumo desse recurso, que é indispensável à vida de qualquer organismo vivo.

No presente estudo foi verificada a eficiência da filtração a vácuo na retenção de ovos de helmintos como refino do tratamento de águas residuárias por método convencional para reuso em fins não potáveis, para garantir que não ocorra a distribuição desses organismos no ambiente, evitando assim a contaminação acidental dos seres humanos e outros animais.

A retenção desses organismos se faz importante devido à sua endemicidade e alta resistência no meio ambiente, que quando associada a problemas imunológicos transforma as parasitoses de veiculação hídrica nas doenças responsáveis pela maior causa de mortalidade infantil no mundo.

Os ensaios foram realizados no Laboratório de Tecnologia do Vácuo – LTV e no Laboratório de Saneamento Ambiental e Química – LABSAN ambos pertencentes à FATEC-SP. Os resultados encontrados mostram que a introdução de vácuo nos sistemas de filtração não diminui a eficiência na retenção de ovos de helmintos quando comparado a sistemas de filtração por gravidade, além de trazer grande ganho devido à diminuição comprovada do tempo de filtração neste tipo de sistema.


Palavra Chave

parasitas Reuso de água tecnologia do vácuo