skip to Main Content

Últimos dias para fazer a inscrição no Vestibulinho das Etecs

As inscrições para o processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) para o 1º semestre de 2015 terminam às 15 horas do dia 7 de novembro.  O Vestibulinho oferece mais de 82 mil vagas para os ensinos Médio, Técnico, Técnico integrado ao Médio e Especialização Técnica. A inscrição deve ser feita somente pela internet. O exame será no domingo 7 de dezembro.

No próximo semestre, a Etec Itaquera II, na zona leste da Capital, inicia suas atividades com os cursos de Desenho da Construção Civil, Edificações e Edificações integrado ao Médio. Serão abertas também turmas de Logística e Administração em Santa Cruz das Palmeiras, na região de Campinas, e de Administração e Segurança do Trabalho em Porto Feliz, na região de Sorocaba.

Em todo o Estado são oferecidas 8.410 vagas para o Ensino Médio e 53.639 vagas para cursos técnicos em 218 Etecs e em 46 classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos, sob a administração de uma Etec. Deste total, 1.890 vagas são para o técnico na modalidade semipresencial, por meio do Telecurso TEC.

Das vagas para o Ensino Técnico, 8.855 são destinadas ao convênio entre o Centro Paula Souza, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e a Prefeitura de São Paulo. Esse número inclui 7.625 vagas para cursos técnicos em 105 escolas estaduais de 68 municípios e 1.230 para os 21 Centros Educacionais Unificados (CEUs) da Capital. As aulas, oferecidas no período noturno, serão ministradas por professores das Etecs.

Programa Vence

Por meio do Programa Vence, outra parceria com a Secretaria de Educação do Estado, o Centro Paula Souza estende o Ensino Técnico Integrado ao Médio às escolas estaduais. As 2.756 vagas para essa modalidade serão oferecidas na rede estadual de duas maneiras:

* O aluno terá as aulas do Ensino Médio em uma escola estadual e as do curso técnico em uma Etec (modalidade interdependente) ou

* Aulas do Ensino Médio e do curso técnico na mesma escola estadual.

Especialização de nível médio

O processo seletivo disponibiliza ainda 610 vagas para 11 cursos de especialização técnica. Trata-se de uma oportunidade de aprofundamento para profissionais que já têm o diploma técnico e desejam obter conhecimentos mais específicos nessa determinada área. Seis desses cursos são inéditos: Desenvolvimento de Aplicativos para Smartphones, Enfermagem na Assistência ao Idoso, Gestão Ambiental, Gestão de Unidades de Alimentação e Nutrição, Java – Web shepere/Rational e Radiocomunicação. Para fazer a inscrição, é necessário ter concluído o Ensino Médio e o Ensino Técnico no mesmo eixo tecnológico do curso de especialização.

Certificação de Competência

O Vestibulinho também oferece vagas remanescentes de segundo módulo para  9 cursos técnicos: Administração, Edificações, Eletrotécnica, Informática, Logística, Mecânica, Nutrição e Dietética, Segurança do Trabalho e Transações Imobiliárias.

Os interessados devem ter concluído o Ensino Médio e ter experiência profissional na área do curso, mediante avaliação e certificação de competências referentes ao 1º módulo.

Inscrições

Para concorrer a uma das vagas do Vestibulinho para o Ensino Médio e do Ensino Técnico Integrado ao Médio, o candidato deve ter concluído o Ensino Fundamental nas modalidades regular, Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja). Os que pretendem fazer o Ensino Técnico precisam ter concluído ou estar cursando a partir do 2º ano do Ensino Médio.

A inscrição para o processo seletivo deve ser feita exclusivamente pela internet, pelo site www.vestibulinhoetec.com.br, até as 15 horas do dia 7 de novembro. Para efetivar a inscrição, é preciso imprimir o boleto bancário e pagar a taxa de R$ 30 em dinheiro em qualquer agência bancária. O Manual do Candidato também está disponível para download no site do Vestibulinho.

Inclusão social

O Sistema de Pontuação Acrescida concede acréscimo de pontos à nota final obtida no exame, sendo  3% a estudantes afrodescendentes e 10%  a oriundos da rede pública. Se o candidato estiver nas duas situações, recebe 13% de bônus.

Para ter direito ao bônus, o candidato afrodescendente e/ou oriundo da rede pública deve fazer a autodeclaração no ato da inscrição.

O candidato também deve informar, no momento da inscrição – após verificar se tem direito à pontuação acrescida –, se cursou integralmente da 5ª a 8ª série ou do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental em instituição pública municipal, estadual ou federal. A comprovação deve ser feita no ato da matrícula, por meio do histórico escolar do ensino fundamental ou a declaração escolar, discriminada série a série.

Cabe ao candidato verificar se tem direito à pontuação acrescida, porque a matrícula não poderá ser realizada e a vaga será perdida se as informações não atenderem às condições estabelecidas em sua totalidade.

Outras informações pelos telefones (11) 3471-4071 (Capital e Grande São Paulo) e 0800-772 2829 (demais localidades) e pelo site

Back To Top