skip to Main Content

Último fim de semana para descarte de TVs analógicas em Etecs da Capital e da RMSP

Último Fim De Semana Para Descarte De TVs Analógicas Em Etecs Da Capital E Da RMSP
Crédito: Divulgação | TVs de tubo possuem até 4 quilos de chumbo; metal que pode causar danos ao meio ambiente

Após o desligamento do sinal analógico de TV na Capital e em 38 municípios da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), muitos dos aparelhos antigos se tornaram obsoletos sem a instalação de conversor e antena digital. Para auxiliar a população que optar pelo descarte dos aparelhos, as Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) participam de uma campanha para receber e encaminhar os equipamentos a destinos apropriados. A ação, que começou em março, termina neste fim de semana, com participação de 13 unidades do Centro Paula Souza.

O Brasil é o maior gerador de lixo eletrônico da América Latina, responsável por 36% do descarte de equipamentos como celulares e computadores no continente. Apenas em 2014, o País produziu 1,4 milhão de toneladas de resíduos, de acordo com relatório da Organização das Nações Unidas (ONU). As TVs de tubo, por exemplo, possuem até quatro quilos de chumbo que, em determinadas quantidades, podem causar danos ao meio ambiente e à população.

Realizada em parceria com Seja Digital (responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil) e Associação Brasileira de Reciclagem e Inovação (Abrin), a ação tem por objetivo não apenas coletar itens com potencial risco ambiental, mas também conscientizar sobre o problema do descarte incorreto e como ele afeta diversas esferas da sociedade. Eco-Eletro, Instituto GEA e Laboratório de Sustentabilidade (Lassu) da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP) também fazem parte do projeto.

Ao todo, 24 Etecs serviram como postos de coleta durante a campanha. Confira as escolas que participam da iniciativa neste próximo fim de semana. As unidades aparecem por ordem alfabética de município:

Barueri
Etec de Barueri
R. João Batista Soares, 440 – Novo Centro
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Capital
Etec Abdias do Nascimento
R. Dr. José Augusto de Souza e Silva, s/nº – Jardim Parque Morumbi (Paraisópolis)
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Profª Dra. Doroti Quiomi Kanashiro Toyohara
R. Ambrósia do México, 180 – Pirituba
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Itaquera
Rua Virgínia Ferni, 400 – Conjunto Habitacional José Bonifácio
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Parque Belém
Rua Ulisses Cruz, 85 – Tatuapé
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Raposo Tavares
Rua Cachoeira Poraquê, 326 – Cohab Raposo Tavares
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Zona Sul
Rua Frederico Grotte, 322 – Jardim Vergueiro
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Carapicuíba
Etec de Carapicuíba
Av. Francisco Pignatari, 650 – Vila Gustavo Corrêa
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Cotia
Etec de Cotia
Rua Martiniano Lemos Leite, 30 – Vila Jovina (Condomínio Trade Hill)
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Osasco
Etec Professor André Bogasian
R. Manoel Rodrigues, 155 – Bonfim
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Osasco II
R. Pedro Rissato, 30 – Vila dos Remédios
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Santana de Parnaíba
Etec Bartolomeu Bueno da Silva – Anhanguera
Av. Tenente Marques, s/nº– Fazendinha
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Etec Professora Ermelinda Giannini Teixeira
R. Fernão Dias Falcão, 196 – Centro
Quando: 7 de abril, das 9 às 17 horas; 8 de abril, das 9 às 16 horas

Back To Top