skip to Main Content

Ex-jogador Raí faz palestra motivacional para funcionários e alunos do Centro Paula Souza

Ex-jogador Raí Faz Palestra Motivacional Para Funcionários E Alunos Do Centro Paula Souza
Raí falou dos exemplos dados pelo pai, Raimundo, e pelo irmão Sócrates

Quem vê o homem bem-sucedido não imagina que o ex-jogador de futebol Raí, como todo mundo, enfrentou alguns desafios ao longo da vida. Nesta sexta-feira, dia 15, ele fez uma palestra motivacional na Semana Internacional de Prevenção a Acidentes de Trabalho (Sipat), no prédio da Administração Central do Centro Paula Souza (CPS), na Capital. Funcionários e estudantes da escola Técnica Estadual (Etec) Santa Ifigênia estavam na plateia e conheceram a história do ex-atleta.

Um dos ídolos da torcida do São Paulo Futebol Clube e da seleção brasileira, Raí jogava basquete e um dia descobriu seu talento para o futebol. Começou a jogar com o desafio de ser irmão de Sócrates, um dos maiores craques do futebol brasileiro. Filho de um homem autodidata, aprendeu o valor dos estudos em casa. Seu pai, Raimundo, após os 50 anos, fez faculdade e foi aprovado com boas colocações em concursos públicos.

Se por um lado teve grandes exemplos na família, ele também sentiu a pressão dos talentos do pai e do irmão. Teve ainda de lidar com a paternidade precoce, aos 17 anos. Raí contou como pegou esses limões e fez uma limonada. “Temos sempre de aprender e nos reinventar.”

Ao falar de sua carreira, Raí destacou as temporadas na Europa e o reconhecimento internacional. Falou ainda da importância de escutar o outro e valorizar o trabalho em equipe, características que, segundo ele, foram decisivas para seu sucesso como líder dentro de campo. Ele foi capitão são-paulino e também da seleção brasileira.

 

Vida acadêmica

Aposentado do esporte, Raí buscou novos caminhos profissionais estudando Gestão Esportiva e já pensa em dar continuidade à vida acadêmica com um mestrado em Políticas Públicas, formações que contribuem para seu engajamento em diversas causas que apoia e lidera. Decidiu estudar, contou, inspirado no pai. Atualmente, ele é empresário e presidente da Fundação Gol de Letra e está à frente de diversas iniciativas para fomentar o esporte e a cultura.

“Gostaria de dizer, especialmente para os estudantes, que eles devem valorizar essa oportunidade de estudar em uma instituição de tanta qualidade como Centro Paula Souza”, disse. “Quero também incentivá-los a começar a desenvolver seus projetos de carreira.”

 

Parceria

O Centro Paula Souza oferece na Etec de Esportes Curt Walter Otto Baumgart, na Capital, o curso de Organização Esportiva, desenvolvido em parceria com a Fundação Gol de Letra e inspirado em um modelo francês. Também em parceria com a fundação liderada pelo ex-jogador, o CPS promoveu no início de setembro o seminário Gênero na Educação e no Esporte. A capacitação foi oferecida a 180 professores de Etecs e de outras organizações de ensino, com o objetivo de debater a escola e o esporte como espaços socioculturais em que as diferentes identidades se encontram, tornando-se lugares preciosos para estabelecer o respeito à diferença.

Back To Top