skip to Main Content

Professores do Centro Paula Souza participam de debate sobre pedagogia do teatro

Professores Do Centro Paula Souza Participam De Debate Sobre Pedagogia Do Teatro
Crédito: Divulgação | Para aumentar o conhecimento sobre teatro, professores lotaram o Teatro Sergio Cardoso, na Capital

Mais de 600 professores de Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais participaram na terça-feira, 22, de um ciclo de debates sobre pedagogia na área teatral no Teatro Sérgio Cardoso, na Capital. O evento contou com a presença do secretário estadual de cultura, Marcelo Mattos Araújo, e do chefe de gabinete da superintendência do Centro Paula Souza, Luiz Carlos Quadrelli.

A iniciativa integra a primeira parte da Formação inicial e continuada em metodologias ativas para o trabalho docente com o uso da linguagem teatral e dinâmicas lúdicas, oferecida pelo Centro Paula Souza em parceria com a SP Escola de Teatro – Centro de Formação das Artes do Palco.  “Para inovar é preciso ser persistente. Esse curso é resultado do esforço dos professores do Paula Souza que se empenharam para que se realizasse”, disse Quadrelli.

“Na metodologia ativa, o professor tem a função de agir como mediador e curador do conhecimento, colocando o aluno como protagonista do seu processo de aprendizagem”, explica a responsável pelo Centro de Capacitação Técnica, Pedagógica e de Gestão do Paula Souza, Lucília Guerra.

Durante o debate, diretores e dramaturgos conversaram com os professores sobre a arte de ensinar  teatro. Entre os palestrantes estiveram grandes nomes da área como Ingrid Koudela, Joaquim Gama, José Simões de Almeida Junior, Beth Lopes, Maria Thaís, Rodolfo García Vázquez e Marici Salomão. Além dos atores Maria Fernanda Candido e Alexandre Borges.

A ideia é que, ao utilizar os recursos do teatro baseados nessa metodologia, os professores estimulem os estudantes a buscar respostas de forma lúdica e atraente. A capacitação visa ainda a melhorar a comunicação e a integração entre docentes e alunos. “A arte ajuda a educar o mundo e ampliar o ponto de vista das pessoas”, reforça Lucília.

Teatro para ensinar 

Todo o material que será utilizado no curso foi produzido pela SP Escola de Teatro. Os professores terão acesso pela internet a podcasts, videoaulas e livros didáticos sobre práticas pedagógicas e conteúdo específico sobre teatro e suas relações com outras linguagens artísticas. Assuntos como poesia e a dramaturgia em sala de aula, poética e tecnologia, dicas de como trabalhar a questão das diferenças e da diversidade, técnicas de corpo e voz estão contemplados pela formação.

“Já utilizávamos bastante o teatro em capacitações com professores de português, afinal essa linguagem tem o poder de atingir o adolescente e deixar a aula mais interessante”, ressalta Vera Vicchiarelli, coordenadora de projetos da instituição. A meta agora é agregar docentes de áreas mais distantes das artes, como a Eletrônica, para que possam encontrar no teatro referências para tornar as atividades acadêmicas mais dinâmicas. 

Curso piloto

Em novembro de 2015, foram realizadas oficinas regionais com a participação de integrantes da SP Escola de Teatro em 16 Etecs de 13 municípios: Assis, Cerquilho, Fernandópolis, Jales, Leme, Lençóis Paulistas, Osvaldo Cruz, Santana de Parnaíba, Santos, São Joaquim da Barra, São Pedro, São Paulo e Taquarituba. Cerca de mil pessoas entre alunos e professores participaram dos encontros que estabeleceram a fase piloto do projeto.

Professores do Centro Paula Souza participam de debate sobre pedagogia do teatro

Back To Top