skip to Main Content

Prêmio Eseg de Gestão recebe inscrições até 13 de junho

Prêmio Eseg De Gestão Recebe  Inscrições Até 13 De Junho
Crédito: Divulgação | Com o projeto ‘A grama na Ciência é mais verde: ação do óleo extraído de grama como antibiótico natural’, estudantes da Etec de Santo André venceram a edição 2015 do Prêmio Eseg

Destinado a alunos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) que vão concluir os Ensinos Médio, Técnico ou Técnico integrado ao Médio em 2016, o Prêmio Eseg de Gestão vai premiar os projetos que se destacarem na apresentação de soluções para melhora ou inovação de processos e produtos. As inscrições para a 7ª edição do concurso vão até 13 de junho, exclusivamente pela internet.

A relação dos pré-projetos aprovados será divulgada no dia 30 de junho. É possível participar com um único trabalho, desenvolvido individualmente ou em grupo de até três estudantes, sob a supervisão de um orientador, com data máxima de conclusão em 23 de setembro.

A cerimônia de premiação está programada para 2 de dezembro, na sede do Paula Souza, na Capital. Os vencedores receberão tablets e ipods.

Parceria entre o Centro Paula Souza e a Escola Superior de Engenharia e Gestão (Eseg), pertencente ao Grupo Educacional Etapa, o Prêmio Eseg de Gestão tem por objetivo promover a interdisciplinaridade entre diferentes áreas do conhecimento.

Confira o calendário e outras informações no site

Edições anteriores

Em 2015 o projeto A grama na Ciência é mais verde: ação do óleo extraído de grama como antibiótico natural da Etec Júlio de Mesquita, de Santo André, foi o campeão. Em segundo lugar ficou Tinta de baixo custo com pó de cascas de ovos, da Etec de Suzano, seguido pela V.R.C. –  Vara Retrátil Condutora, uma bengala automatizada para cegos criada por alunos da Etec Jorge Street, em São Caetano do Sul.

No ano anterior a Etec Prof. Carmelino Côrrea Júnior, de Franca, foi a vencedora com o projeto CimentECO. O projeto Comodidade aos Cadeirantes, dos estudantes da Etec Cel. Fernando Febeliano da Costa, de Piracicaba, conquistou o segundo lugar. Já a Etec Waldyr Duron Júnior, de Piraju, com o trabalho Acessibilidade Eletrônica para Deficientes Visuais, ficou com a terceira classificação.

Back To Top