skip to Main Content

Paula Souza terá capacitação e curso técnico na área de energias renováveis

O Centro Paula Souza vai capacitar professores e estudantes em gestão de sistemas de Geração de Energias Renováveis (solar, eólica e biomassa) dentro de uma série de ações da política energética do Governo de São Paulo para ampliar a participação de energia limpa e renovável na matriz energética do Estado. Os treinamentos aos professores serão oferecidos por meio de parcerias com a Universidade de São Paulo (USP), Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e empresas especializadas. A primeira capacitação de professores está prevista para o segundo semestre de 2014.

A instituição também dará início à elaboração da matriz curricular do curso Técnico em Sistemas de Geração de Energias Renováveis, previsto para 2015. E vai desenvolver um módulo de treinamento em Sistemas Fotovoltaicos a ser oferecido para os alunos do curso Técnico em Eletrotécnica. O anúncio dessas medidas foi feito ontem, no Palácio dos Bandeirantes, durante evento sobre o estímulo à produção de energia por fontes renováveis.

Na ocasião, o governador Geraldo Alckmin assinou dois decretos que desoneram bens e equipamentos destinados à geração de energia elétrica ou térmica a partir de gás, biogás (biometano), solar fotovoltaica, resíduos sólidos urbanos, biomassa resultante da industrialização e de resíduos da cana-de-açúcar, assim como todos os equipamentos necessários para produção e tratamento de biogás (biometano). “Essas medidas são um grande estímulo ao uso das energias renováveis. Com a retirada dos impostos nós conseguimos aumentar a competitividade do setor”, afirmou o governador.

A iniciativa intensifica o desenvolvimento do setor e está alinhada com a política energética do Governo do Estado de ampliar a participação de energia limpa e renovável em sua matriz energética, como propõe o Plano Paulista de Energia, que pretende elevar o uso de fontes renováveis dos atuais 55,5% para 69% de participação em 2020.

Além de contribuir para um crescimento sustentável, as fontes renováveis geram mais emprego por megawatt instalado do que as fósseis, segundo um levantamento feito pelo Grupo Setorial Fotovoltaico da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), com destaque para biomassa e energia solar (térmico e fotovoltaico).

Back To Top