skip to Main Content

Pais e alunos pedem fim das ocupações das Etecs e volta imediata às aulas

Pais E Alunos Pedem Fim Das Ocupações  Das Etecs E Volta Imediata às Aulas
Crédito: Divulgação | Alunos da Etec Basilides de Godoy durante manifestação contrária à paralisação das aulas

Alunos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e pais estão se mobilizando pela volta imediata das atividades nas unidades ocupadas. Eles temem que o comprometimento do calendário escolar prejudique sua formação acadêmica por conta do atraso na conclusão dos cursos e expedição de certificados para ingressar no mercado de trabalho. A preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), passaporte para o ingresso em faculdades de todo o país, também é motivo de preocupação. Pais e estudantes reclamam ainda de serem impedidos de entrar em suas unidades por grupos pequenos
que não os representam.

Em dezenas de e-mails e ligações telefônicas endereçados aos canais de atendimento do Centro Paula Souza nos últimos dias, pais e estudantes declaram-se angustiados com a situação. “Meu filho de 15 anos tentou entrar, mas foi impedido. Aqueles que querem ter aula não conseguem ser representados nas assembleias”, diz Sebastião Carpi Junior. Ele acrescenta que alguma das reinvindicações podem até ser procedentes, mas se queixa do modo como são pleiteadas. “As decisões não estão sendo tomadas
de forma democrática.”

A maior indignação vem de alunos de cursos noturnos das Etecs ocupadas. Grande parte já está no mercado de trabalho e não quer ver prejudicada sua formação acadêmica. Eles estão receosos quanto à necessidade de repor aulas, provas e trabalhos e afirmam ter acesso apenas a informações divulgadas pela imprensa, já que em suas unidades os ocupantes não estariam abertos ao diálogo. “Os líderes do movimento fizeram uma assembleia na segunda-feira às 7h30, horário em que o pessoal da noite não pode comparecer”, protesta Camila Alves Barreto, aluna da Etec Zona Sul que faz parte de um grupo que quer retomar as aulas o mais rapidamente possível. “Nós pedimos, argumentamos, mas eles não mudaram o horário da votação. São democráticos só para o que interessa para eles.”

Conflitos entre alunos têm acontecido nas Etecs de Pirituba, São Paulo e Professor Basilides de Godoy, na Capital. Nesta última, um grupo chegou a derrubar o portão de entrada para ter aula na semana passada.

Um grupo de pais e alunos chegou a postar no Avaaz (rede dedicada à mobilização social por meio da internet) a moção de repúdio à ocupação das Etecs “Quero aula já”.

Back To Top