Centro Paula Souza
Governo de São Paulo
  • |
  • |
  • |

Pesquisar

 
 

Alunos da Fatec Itapetininga contam história de ex-combatentes por meio da leitura de QR Codes


06 de Novembro de 2015

Estudantes de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Itapetininga estão transformando um passeio improvável em uma aula de história. A iniciativa de exaltar personagens relevantes para o passado da cidade do interior paulista foi posta em prática com a instalação de códigos de barras (QR Codes) nos túmulos de ex-combatentes no cemitério da Irmandade do Santíssimo Sacramento, para que se possa conhecer sua história. Depois de fotografar a imagem, o usuário tem acesso a uma página on-line, com fotos, vídeos e detalhes bibliográficos sobre o personagem. Para utilizar o recurso, basta ter um leitor de QR Codes instalado no smartphone e acesso à internet.

Um grupo de alunos criou o primeiro projeto, o Morada de Heróis, que colocou em um mapa a indicação dos locais dos túmulos de 15 heróis de guerra. A ação foi resultado de um ano de trabalho de iniciação científica.

Interessado em proporcionar aos visitantes não somente o direcionamento correto, mas também informações mais aprofundadas sobre os ex-combatentes, outro grupo de alunos do mesmo curso ofereceu o uso do aplicativo Itapetininga Museu Virtual, tornando possível o uso do QR Code e o acesso a uma página com a história do ex-membros das forças armadas brasileiras.

Finados

No Dia de Finados, um banner foi colocado na entrada do cemitério para que os visitantes pudessem localizar com facilidade onde estão enterrados o capitão Francisco Fabiano Alves (que participou das revoluções de 1924, 1930 e 1932), o soldado Antenor de Oliveira Mello Júnior e o 1º tenente José Ribamar de Montello Furtado, integrante da Força Expedicionária Brasileira durante a Segunda Guerra Mundial. A indicação dos locais dos túmulos dos outros 12 heróis de guerra também estava no mapa.

“Nosso objetivo é a difusão dessas informações para a população sem nenhum custo. Essa iniciativa aproxima a nossa Fatec da comunidade. A identificação com a história é muito forte em Itapetininga”, diz o coordenador do trabalho, Jefferson Biajone.

Para compor o acervo informativo, os alunos da Fatec contam com apoio de entidades historiográficas do município, como o Instituto Histórico Geográfico e Genealógico de Itapetininga e o Museu da Imagem e do Som, o Núcleo MMDC de Itapetininga e o Portal dos Ex-Combatentes de Itapetininga/SP.

Caminhos

Aplicado no cemitério de Itapetininga, o projeto Morada de Heróis deve implantar os QR Codes nos túmulos dos outros combatentes que estão indicados no mapa. Além disso, os idealizadores receberam contatos de municípios interessados em replicar o projeto.

Já o Itapetininga Museu Virtual deve se espalhar pela própria cidade. Inaugurado com as informações dos três soldados, pretende agregar informações sobre outros pontos turísticos da cidade. Seu levantamento está em curso, em parceria com a prefeitura do município. A ideia foi premiada com o 1º lugar na mostra anual de tecnologia da Fatec.

Foto: Divulgação

Por meio de código de barras é possível acessar história, ver fotos e vídeos sobre os homenageados


  • Twitter
  • Facebook
  • Tumblr
  • YouTube
  • Picasa
  • Snapchat
  • Instagram
  • Linkedin
  • Linkedin
  • Compartilhar
 

Notícias


Mais notícias


 
 

Mapa do Site Mapa do Site

© Copyright 2016 - Centro Paula Souza - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por AssCom