skip to Main Content

Manifestantes deixam Etec de Paraisópolis, última unidade ocupada

Manifestantes Deixam Etec De Paraisópolis, última Unidade Ocupada
Crédito: Gastão Guedes | Etec de Paraisópolis conta com mais de 650 alunos entre o Ensino Médio, cursos técnicos e integrados

A Escola Técnica Estadual (Etec) Abdias do Nascimento, em Paraisópolis, na Capital, foi desocupada no início da noite desta terça-feira, 17, por decisão dos próprios alunos. Essa era a última unidade do Centro Paula Souza ainda ocupada. A direção das unidades invadidas nas duas últimas semanas discute agora a reposição das aulas perdidas. Ao todo, 15 mil alunos foram prejudicados.

Em todas as Etecs, a retomada dos prédios ocorreu de forma pacífica e espontânea, após diálogo com pais e alunos que queriam estudar ou com representantes da instituição. Apenas na Etec São Paulo, conhecida como Etesp, a polícia acompanhou a saída dos manifestantes, também de forma pacífica.

Os danos ainda estão sendo contabilizados, mas já somam R$ 140 mil referentes a estragos na sede administrativa da instituição e nas Etecs São Paulo (Etesp), Basilides de Godoy e Zona Sul.

O Centro Paula Souza já havia atendido às reivindicações dos estudantes. A partir de agosto, as Etecs que ainda não serviam refeição e têm alunos estudando em tempo integral passarão a distribuir almoço. Hoje, todas as 219 unidades administradas pela instituição oferecem merenda. Em cerca de 70%, é servida refeição completa. As demais estão sendo adaptadas para abrigar cozinha e refeitório.

A instituição segue aprofundando o diálogo que sempre manteve com os estudantes, realizando desde a última semana reuniões com os grêmios estudantis das unidades.

Back To Top