skip to Main Content

Inova Paula Souza registra marca coletiva do aglomerado de empresas de Sertãozinho

Inova Paula Souza Registra Marca Coletiva Do Aglomerado De Empresas De Sertãozinho
Crédito: Divulgação | Aprovada pelo órgão nacional de registro, marca coletiva passará a ser utilizada como um “selo de qualidade” pela indústria do ramo

A agência Inova Paula Souza registrou junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) a marca coletiva das empresas associadas ao Centro Nacional das Indústrias do Setor Sucroenergético e Biocombustíveis (CEISE Br), sediado na cidade de Sertãozinho. A marca foi aprovada e deferida pelo órgão nacional de registro e passará a ser utilizada como um “selo de qualidade” pela indústria do ramo.

De acordo com o diretor da Inova Paula Souza, Oswaldo Massambani, a iniciativa reforça o papel da agência de incentivar a inovação e a competitividade dos setores produtivos locais em conjunto com as Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais.

“A marca coletiva valoriza a produção e exige um padrão de qualidade para as empresas, gerando novos projetos e parcerias com o envolvimento de professores e alunos do Centro Paula Souza”, explica Massambani. A ação trará novas oportunidades de pesquisa, cooperação, abertura de postos de trabalho e formação de startups.

Para o presidente do CEISE Br, Paulo Roberto Gallo, a ideia é integrar a imagem institucional das empresas à excelência do setor para ampliar a exportação. “Nosso objetivo é que, no futuro, tenhamos condições de associar estas imagens ao estilo que os fabricantes de Champanhe fizeram na França – em que a marca coletiva atesta, por si só, a origem do produto e sua qualidade”, afirma, ao se referir à região francesa de mesmo nome.

 

Fatec Sertãozinho

Com uma concentração de empresas de diversos segmentos do ramo metal-mecânico, o aglomerado de Sertãozinho está ganhando cada vez mais espaço na área sucroenergética e de biocombustíveis.

Para facilitar o ingresso de produtos e serviços em novos mercados, sobretudo em âmbito internacional, a Fatec Sertãozinho – Dep. Waldyr Alceu Trigo presta suporte na transferência de conhecimento e de tecnologia para aprimorar a produção do aglomerado.

A unidade está inserida no Programa de Fortalecimento da Competitividade das Empresas Localizadas em Arranjos Produtivos Locais (APLs) da Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI). Por meio de convênios com a secretaria, já foram investidos cerca de R$ 1,8 milhão em equipamentos de alta precisão para os laboratórios da Fatec Sertãozinho.

Inova Paula Souza registra marca coletiva  do aglomerado de empresas de Sertãozinho

Back To Top