Governo do Estado inaugura Escola de Técnicas de Economia Criativa em Lençóis Paulista – CPS – Centro Paula Souza skip to Main Content

Governo do Estado inaugura Escola de Técnicas de Economia Criativa em Lençóis Paulista

Governo Do Estado Inaugura Escola De Técnicas De Economia Criativa Em Lençóis Paulista
Vice-governador visita instalações da Etecri com a coordenadora de Formação Inicial do CPS, Clara Magalhães (esq.) | Foto: Jaqueline Soares

Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação

O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), Márcio França, inaugurou no último sábado, dia 27,  uma unidade da Escola de Técnicas de Economia Criativa (Etecri) no município de Lençóis Paulista, localizado na região central do Estado. Os cursos oferecidos pelas Etecris são dados por profissionais do Centro Paula Souza (CPS) e destinados a maiores de 16 anos e desempregados que buscam ingressar no mercado de trabalho ou abrir o próprio negócio.

O prédio da nova Etecri de Lençóis Paulista conta com 674 m² e está localizado no distrito industrial do município. Em 2018, serão oferecidas 720 vagas para os cursos de Práticas em Mídias Sociais, Técnicas de Web Design, Técnicas de Design de Moda, Vitrinista, Grafite, Recreacionista e Food Styling.  As inscrições devem ser realizadas pelo site: www.viarapida.sp.gov.br.

Formação em economia criativa

Os cursos têm duração aproximada de três meses (carga horária 160 horas/aula) e utilizam metodologia ativo-participativa, por meio de dinâmicas de grupo, exposição dialogada e complementada com material didático e vídeo institucional. A iniciativa busca oferecer uma formação inicial relacionada com as áreas da economia criativa, crescentes no Brasil e no mundo. A proposta é garantir preparo profissional que acompanhe o avanço da tecnologia e as últimas tendências de mercado. Segundo o diagnóstico da economia criativa, apresentado em 2015 pela SDECTI, o Estado de São Paulo é o maior centro de atividades do setor no País, responsável por 25% dos empregos e estabelecimentos voltados ao segmento.

De acordo com o vice-governador, as Etecris proporcionam um preparo diferenciado diante da informatização das atividades profissionais. “As oportunidades surgem por meio do estudo, e é uma obrigação do Estado proporcionar o caminho para que as pessoas alcancem seus objetivos. São Paulo tem se superado com um sistema de ensino que é diferenciado quando comparado até com outros lugares do mundo. A economia criativa atrai jovens, que hoje em dia estão optando pelo ensino mais prático e dinâmico, e o Governo entende essa necessidade e quer caminhar lado a lado com todos que querem chegar a algum lugar”, destacou.

Etecris

Espaços inovadores de ensino que oferecem cursos de qualificação profissional voltados à economia criativa, além da promoção do desenvolvimento produtivo de jovens e adultos. As instalações contam com laboratório de informática, laboratório multifuncional e salas de aula. O Estado de São Paulo já possui cinco escolas localizadas nas cidades de Santos, São Vicente, Campinas, São Bernardo do Campo e Presidente Prudente, que oferecem anualmente 3.600 vagas.

Conheça os cursos:

Práticas em mídias sociais (160 horas)

Objetivo: identificar novas tendências de mercado por meio da observação e análise das mídias sociais. Monitorar o mercado, o público potencial e analisar produtos e estratégias de comunicação. Identificar pessoas com poder de decisão de compra, analisar o mercado, desenvolver promoções, concursos, propagandas e diversas ações de comunicação para potenciais novos negócios, venda de produtos, serviços e conceitos. Definir estratégias de monitoramento de público-alvo além de pesquisar os ambientes demográficos, econômico, político, social e cultural.

Recreacionista (160 horas)

Objetivo: capacitar o aluno para atuar na promoção de atividades recreativas diversificadas, voltadas ao entretenimento, à integração social e ao desenvolvimento pessoal dos clientes, de acordo com as normas de segurança.

Vitrinista (160 horas)

Objetivo: planejar, conceber e realizar projetos de vitrine, aplicando noções de luz, cor, textura, proporção, equilíbrio e percepção, a partir das necessidades do lojista e do consumidor.

Grafite – Pintura Mural (160 horas)

Objetivo: conceber, elaborar, desenvolver e executar projetos de pintura mural visando destacar promocionalmente o ambiente externo ou interno e, valorizar o espaço ou o produto. Criar e planejar o impacto visual com uso da linguagem do desenho podendo incorporar texturas às produções.

Técnicas de Web Design (160 horas)

Objetivo: fornecer ao profissional as competências necessárias para ingressar no mercado de jogos digitais e desenvolvimento de aplicativos móveis, utilizando-se das ferramentas e tecnologias como base para produtos compatíveis com as principais plataformas atualmente disponíveis no mercado.

Técnicas de design de moda (160 horas)

Objetivo: o curso de Técnicas de Design de Peças de Vestuário tem por objetivo capacitar o aluno para desenhar croquis de estilo feminino, masculino e infantil e representar peças do vestuário, viabilizando a criação de produtos de moda.

Food Styling (160 horas)

Objetivo: produzir uma imagem fotográfica ou uma cena de vídeo de um alimento tornando-o visualmente atraente, transmitindo através de uma imagem o seu sabor e textura.

Back To Top