skip to Main Content

Frutos do mar e peixes são temas do Mercado SP neste sábado e domingo

Neste fim de semana, nos dias 26 e 27, a Escola Técnica Estadual (Etec) Orlando Quagliano, de Santa Cruz do Rio Pardo, e a Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Piracicaba representam o Centro Paula Souza no Festival Mercado São Paulo. Promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI), o evento contará com exposições, oficinas e venda de produtos de diversos segmentos, com destaque para os frutos do mar e peixes, das 11 às 18 horas.

O evento tem como parceiros as secretarias estaduais de Agricultura e Abastecimento e de Turismo e será realizado na sede da SDECTI. A entrada é gratuita.

Durante a programação, serão apresentados produtos in natura, geleias, peixes, frutos do mar, queijos, cachaça, cervejas, doces, produção artesanal e industrial de diversos alimentos. Um restaurante convidado oferece cardápio diversificado. O público também poderá conhecer o processo para o cultivo de peixes.  Entre as empresas confirmadas estão: Alho Negro, Aquapônica, Associação dos Maricultores de Picinguaba, Associação dos Pescadores e Maricultores da Praia da Cocanha (Caraguatatuba), Blondine, Brazilian Fish, Defumado Caiçara, Doces Nayá, Gusto (temperos), Instituto de Pesca, Manjuba & Cia, Olivenza, Queijos Artesanais Paulistas, SAA, Slowfish – Slow Food Brasil e Sr Brasil.

A mostra contará ainda com espaço kids. Os pequenos podem brincar no “Mercadinho São Paulo”. Já a Subsecretaria de Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco) levará oficinas na Unidade Móvel de Artesanato do Programa Via Rápida Emprego. Na parte externa, a unidade móvel do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) prestará gratuitamente consultoria sobre empreendedorismo. Ainda no estacionamento, o ônibus double deck da Secretaria de Turismo apresentará aos visitantes os principais roteiros turísticos do Estado.

De acordo com o vice-governador e secretário da SDECTI, Márcio França, a mostra é a largada para uma grande política pública voltada ao fortalecimento do produto paulista. “Vamos estender a iniciativa para o interior. O Estado de São Paulo tem mais de 13 mil indústrias que trabalham com produtos de origem animal e vegetal. Vamos batalhar para reunir todos esses produtores em um espaço na Lapa, bairro da capital paulista, onde o público possa degustar, conhecer e comprar. Mas antes dessa consolidação, durante meses, técnicos e especialistas percorrerão os arranjos produtivos locais (APLs) para elencar, aprimorar aspectos da produção, qualificar e promover produtos. A próxima etapa será replicar as nossas experiências para outros Estados e países. O primeiro deve ser Portugal”, ressalta.

Sobre o Mercado São Paulo

Lançado no dia 5 de novembro e programado para seis finais de semana consecutivos até 11 de dezembro, o festival vai reunir 11 diferentes setores alimentícios, com o objetivo de valorizar a produção paulista.

Durante os encontros estão previstas mostras temáticas, oficinas interativas e exposições voltadas aos setores de leite e derivados, banana, mel, frutas, hortaliças, café fino, frutos do mar, peixes, aves, ovos, suínos e caprinos. Acompanhe o Mercado SP no Facebook e Instagram.

Cronograma do evento e cadeias produtivas:

DATAS CADEIAS PRODUTIVAS
5 e 6 /11 Leite e Derivados
12 e 13 /11 Frutas, Hortaliças e Café
19 e 20 /11 Banana e Mel
26 e 27 /11 Aquicultura e Piscicultura
3 e 4 /12 Aves e Ovos
10 e 11 /12 Suínos e Caprinos

Serviço
Mercado São Paulo
Quando: sábado e domingo – de 12 e 13 de novembro
Horário: 11 às 18 horas
Local: Avenida Escola Politécnica, 82 – Jaguaré, São Paulo.
Transporte gratuito do metrô Butantã e do Parque Villa Lobos
Entrada gratuita

Back To Top