skip to Main Content

Fatec Sorocaba estuda tecnologia para reduzir tempo e custo de cirurgia

Fatec Sorocaba Estuda Tecnologia Para Reduzir Tempo E Custo De Cirurgia
Crédito: Divulgação | Biomodelos produzidos pela Fatec Sorocaba para auxiliar cirurgias

Para reduzir o tempo de cirurgia e os custos das operações, professores e alunos da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Sorocaba pesquisam os benefícios da utilização de biomodelos durante procedimentos médicos. Os biomodelos são cópias de ossos ou órgãos do corpo humano reproduzidas em material plástico por uma impressora 3D, a partir de tomografias computadorizadas. As cópias são fiéis às estruturas anatômicas em que foram baseadas: possuem o mesmo tamanho e a mesma proporção.

Com os biomodelos, os profissionais da área médica podem planejar previamente as cirurgias com mais exatidão. O planejamento cirúrgico pode diminuir a duração da intervenção em 50%. Além da economia de tempo, os pesquisadores da Fatec pretendem comprovar que o uso de biomodelos reduz os custos dos procedimentos. O estudo será desenvolvido em parceria com o Conjunto Hospitalar de Sorocaba. Serão analisadas e comparadas dez cirurgias bucomaxilofaciais, sendo cinco com a utilização de biomodelos. A estimativa é que as operações sejam realizadas no fim do primeiro semestre deste ano.

“Nosso objetivo é testar e expandir o uso da tecnologia tridimensional nos planejamentos de cirurgias. Queremos comprovar que os biomodelos são vantajosos e reduzem os custos para a rede de saúde”, explica o professor da Fatec e coordenador da pesquisa, Arthur Vieira Netto Jr. “O uso de biomodelos vai permitir atender mais pacientes em menos tempo, com mais qualidade e menos recursos públicos”, acredita o cirurgião-dentista do Conjunto Hospitalar de Sorocaba, Geraldo Prestes de Camargo Filho, especializado em cirurgia bucomaxilofacial.

Artigos de luxo

O grupo de pesquisadores da Fatec, formado por Luiz Carlos Rosa, Edemir Celso Mantovani, Francisco Toti, Laísa Cristina Durão Luz, Caio Stefanelli Mascarenhas, Paulo Jose Bálsamo e Luiz Pagin, também trabalha em associação com a empresa Flexbras – que integra a incubadora do Parque Tecnológico de Sorocaba – para produzir impressoras 3D a um custo mais baixo. Hoje, o planejamento cirúrgico antecipado e a construção de biomodelos para os hospitais públicos ainda são vistos como artigos de luxo, restrito aos grandes centros de pesquisa e hospitais particulares.

“Queremos tornar essa tecnologia mais acessível, ajudando as pessoas”, afirma a aluna do curso de Tecnologia em Sistemas Biomédicos da Fatec, Laísa Cristina Durão Luz.

Fatec Sorocaba estuda tecnologia para reduzir tempo e custo de cirurgia

Back To Top