skip to Main Content

Fatec Jaboticabal produz biogás com resíduo da fabricação de etanol

Fatec Jaboticabal Produz Biogás Com Resíduo Da Fabricação De Etanol
Crédito: Divulgação | Vinhaça da cana-de-açúcar é um líquido residual da produção de etanol

A vinhaça da cana-de-açúcar, que é um resíduo da fabricação do etanol, se tornou matéria-prima na produção de biogás em um projeto de alunos do curso de Biocombustíveis da Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) Jaboticabal. Rica em material orgânico e potássio, a vinhaça é utilizada, principalmente, na adubação e irrigação de canaviais. Porém, em grandes quantidades, o líquido escuro pode ser tóxico ao ambiente natural. Como para cada litro de etanol produzido são gerados de 10 a 15 litros de vinhaça, aproveitar o resíduo na produção de biogás é uma opção sustentável de destino para esse resíduo.

Orientados pela professora Rose Maria Duda, os estudantes Antônio Sergio Torres de Souza, Franciele Carla Fuzatto e Maria Laura Zaccaro Mutton trabalham na melhoria da eficiência energética do processo. “O biogás é composto por metano, dióxido de carbono e outros gases em pequenas quantidades. O metano contido no biogás pode ser utilizado, por exemplo, para geração de energia elétrica”, explica Rose.

Em parceria com os professores Roberto Alves de Oliveira, responsável pelo Laboratório de Saneamento Ambiental, do Departamento de Engenharia Rural da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), e Leonardo Lucas Madaleno, da Fatec Jaboticabal, o projeto desenvolvido pelos alunos trata a vinhaça utilizando a digestão anaeróbia. No processo biológico, que ocorre na ausência de oxigênio livre, diversas populações de micro-organismos convertem o material orgânico presente na vinhaça em biogás.

“Essa produção a partir da vinhaça tem despertado grande interesse da indústria e dos alunos do curso superior de tecnologia em Biocombustíveis, pois representa uma importante fonte de energia, que contribui para o desenvolvimento da indústria e a proteção ambiental”, afirma Rose.

Perspectivas

O projeto Vinhaça – alternativas para a produção de energia venceu a 9ª edição da Feira de Tecnologia do Centro Paula Souza na categoria Ciências Biológicas e Agrárias. Antônio Sérgio Torres de Souza, do segundo ano da graduação tecnológica em Biocombustíveis, destaca a importância do trabalho. “Além de produzir uma alternativa de energia, o processo trata um material que pode causar danos ao meio ambiente, contaminando lençóis freáticos”, diz o estudante, que ressalta o resultado da pesquisa nos seus estudos: “O projeto despertou em mim o senso de pesquisador, ampliou minha visão e minhas perspectivas de carreira”.

Back To Top