skip to Main Content

Fatec Garça produz aplicativo para auxiliar doadores do Hemocentro de Marília

Fatec Garça Produz Aplicativo Para Auxiliar Doadores Do Hemocentro De Marília
Crédito: Divulgação | Aluna Bianca Menegildo Cardoso trabalhou durante um ano na elaboração do aplicativo DoAção

Os bancos de sangue estão sempre atentos aos seus estoques. Quando começa a diminuir a reserva de algum tipo sanguíneo, os funcionários correm para o telefone e convidam os doadores cadastrados, um a um, para nova coleta. É um trabalho que demanda tempo e nem sempre alcança um retorno satisfatório.
Para otimizar esse esforço e aumentar o número de doações, a Faculdade de Tecnologia do Estado (Fatec) de Garça desenvolveu um aplicativo em parceria com o Hemocentro da Faculdade de Medicina de Marília (Famema) para facilitar a comunicação entre os doadores e o banco de sangue.

O projeto foi elaborado pela aluna do curso superior de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Bianca Menegildo Cardoso, sob orientação do professor Nelson Miranda, que também é coordenador do Núcleo Técnico de Informações da Famema.

O aplicativo DoAção permite aos doadores fazer agendamento de coleta de sangue, tirar dúvidas, receber lembretes e campanhas direcionadas pelo hemocentro para reposição de estoque. Tudo isso com um simples toque na tela do celular ou no mouse do computador.

Novos avanços

A estudante explica que trabalhou durante um ano no desenvolvimento do sistema com o apoio de profissionais do instituto. O projeto foi lançado em junho pelo hemocentro e apresentado pela aluna como trabalho de conclusão de curso. “A ideia é oferecer uma ferramenta que possa facilitar a vida do doador, dar suporte ao banco de sangue para organizar seu fluxo de atendimento e, consequentemente, ampliar a base de doadores”, conta Bianca.

Para o professor Nelson Miranda, a iniciativa está inserida na proposta do curso ao utilizar a tecnologia para buscar novos avanços para sociedade. “Procuramos sempre incentivar o aluno a aplicar seus conhecimentos na melhoria da qualidade de vida das pessoas”, ressalta.

Em duas semanas de funcionamento, o aplicativo ultrapassou 200 downloads. A assistente social do hemocentro Dayane Galletti comemora a boa aceitação entre os usuários. “Estamos muito contentes ao ver que a ferramenta está sendo adotada, o que favorece a fidelização dos doadores e traz inúmeros benefícios ao nosso serviço”, diz.

Como funciona

O doador pode baixar e instalar o aplicativo diretamente no seu dispositivo Android ou acessá-lo via internet por computador. Após fazer cadastro com login e senha e informar seus dados, é possível agendar dia e horário para a coleta. O hemocentro é avisado imediatamente sobre o agendamento. Próximo à data escolhida, o doador recebe uma notificação sobre o compromisso. O usuário agendado tem prioridade de atendimento.

O aplicativo também fornece o manual do doador com informações importantes, tais como: quem pode e quem não pode doar sangue, intervalos entre coletas, lei que regulamenta a dispensa do ponto para trabalhadores que comprovem doação, entre outros assuntos.

De acordo com a autora do projeto, o sistema pode ser disponibilizado e adaptado livremente para outros hemocentros e centros de serviços voltados à comunidade.

Back To Top