skip to Main Content

Etecs agrícolas estão entre os cinco finalistas em concurso de ideias sobre qualidade de vida

Etecs Agrícolas Estão Entre Os Cinco Finalistas Em Concurso De Ideias Sobre Qualidade De Vida
Crédito: Divulgação | Em Cerqueira César, alunos transformam óleo em sabão e biodiesel

Termina nesta sexta-feira, dia 5, a votação que vai eleger o melhor projeto do concurso “Respostas para o Amanhã”, promovido pela empresa Samsung entre alunos e professores do ensino médio da rede pública do todo o País. Entre os finalistas estão trabalhos das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) Prefeito José Esteves, de Cerqueira César, e Augusto Tortolero Araújo, de Paraguaçu Paulista. É possível assistir aos cinco vídeos selecionados e votar no site da Samsung.

No Brasil foram inscritos 364 projetos elaborados por mais de 8 mil estudantes sob a supervisão de mil professores. A ideia era desenvolver um trabalho criativo usando a matemática e a ciência, que envolvesse a comunidade e promovesse melhora na qualidade de vida das pessoas. As duas escolas foram as únicas selecionadas em todo o Estado de São Paulo.

O anúncio oficial do grande vencedor brasileiro, escolhido pelo júri popular e por uma comissão julgadora, será realizado no dia 9 de dezembro. A escola vencedora receberá produtos da Samsung (50 tablets, uma TV de 60 polegadas e um notebook). O concurso “Respostas para o Amanhã” tem coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e da Rede Latino-americana de Organizações da Sociedade Civil pela Educação (Reduca).

Óleo de cozinha e games

Em Cerqueira Cesar, os alunos do 2º ano do curso técnico em Meio Ambiente integrado ao Ensino Médio e o professor José Augusto Rocha, da Etec Agrícola Prefeito José Esteves, desenvolveram o “Sustendiesel – SOS para o meio ambiente”. O óleo de cozinha usado pela comunidade é recolhido, transformado em biodiesel (que alimenta os tratores da escola e de pequenos agricultores locais) e em sabão (que retorna aos doadores do óleo de cozinha). “Tomei conhecimento do concurso, propus o desafio para os alunos e juntos definimos o tema, que é uma maneira de conscientizar a comunidade”, conta o professor Rocha.

Na Etec Augusto Tortolero Araújo, em Paraguaçu Paulista, o projeto concebido pelos alunos do 1º ano do Ensino Médio surgiu a partir de um questionamento feito pela professora Cibele Bender Raio dentro do trabalho de conscientização sobre meio ambiente que conduzia: “Por que vocês não criam um jogo relacionado a resíduos sólidos?”

Assim nasceu o projeto “Utilização de Games para Práticas de Educação Ambiental”. Desenvolvido pelos alunos em uma plataforma gratuita, o jogo é simples e envolve o controle de um urubu que, voando ao longo de diversas fases, precisa desviar de latas de lixo voadoras atrapalhando seu caminho. O game pode ser instalado em smartphones e computadores. A intenção do trabalho é chamar atenção dos estudantes para a separação correta do lixo.

Crédito: Divulgação | Jogo de alunos de Paraguaçu estimula separação de lixo

Back To Top